Tuesday, September 11, 2007

Trabalho nos USA

Resolvi comecar com esse assunto de trabalho ja que o Carlos me explicou como esse sistema funciona no Brasil.

Bom, aqui a carga normal e' 40 horas por semana, ou seja, 8 horas por dia. Ferias varia demais dependendo do trabalho e da compania. Umas oferecem 1 semana de ferias pagas depois de permanecer um ano no emprego... Outras ja oferecem 2 semanas logo de cara (como a minha compania) e quanto mais tempo voce trabalha la, mais ferias acaba acumulando. Quem dera se fossem os 30 dias como oferecidos no Brasil.

Podemos tirar ferias tudo de uma vez so, ou as espalhar pelo ano. E tb podem ser combinadas com os "dias pessoais" que tb oferecem (na minha compania sao 13 dias extras alem das ferias por ano), alem dos "dias de saude/doenca" (nao sei como seriam chamados em portugues - aqui sao "sick days"). Se voce esta doente e precisa de uns dias de folga, companias oferecem dias pra isso que tb sao pagos.

A maioria dos empregos e companias daqui sao bem diferentes umas das outras e nao da muito pra generalizar, mas a maioria oferecem incentivos, beneficios, planos de saude completos, conta de aposentadoria e tb bonus. Eu dei sorte de trabalhar pra uma compania que oferece tudo isso, mas meu emprego antes desse era uma porcaria, nem ferias pagas eles ofereciam.

Existem duas maneiras diferentes em como somos pagos aqui. Recebemos salario ou somos pagos por hora. Se voce e' pago por hora, a quantia depende da sua posicao e se acaba trabalhando mais de 40 horas por semana, voce e' pago a quantia que recebe mais metade dela pra cada minuto que ficou extra. Por exemplo, se recebe $15 dolares por hora normalmente, se trabalhar extra, receberia $22.50 ($15.00 + $7.50) pra cada hora dali pra frente. Certas companias como a minha, pagam uns 35% a mais se voce trabalha num Domingo e pagam o dobro se voce trabalha em feriados (ja que meu departamento fica aberto o ano inteiro). Sao otimos incentivos, mas pra mim, feriado e' feriado e prefiro nao trabalhar (e te pagam normalmente se nao trabalhamos).

Somos pagos de duas em duas semanas ou entao no meio e no final do mes. E posso dizer que 90% ou 95% das companias depositam seu cheque eletronicamente na sua conta bancaria (o que e' o maximo, pois acho extremamente inconveniente ter que ir no banco pra fazer qq coisa - aquele meu outro emprego porcaria de antes tb nao oferecia isso).

A proposito, nao existe decimo terceiro aqui...

O salario minimo aqui e' $5.75 por hora e ja que sao 40 horas por semana, seriam uns $920 dolares por mes menos umas taxas que todos nos temos que pagar com cada cheque recebido (coisas de governo). Acho que depois das taxas sairia uns $700 por mes.

Algumas companias pagam pra voce voltar a estudar, pagam pro seu diploma, mestrado ou doutorado. Claro que tem que passar de ano, senao voce fica encalhado com a conta. Temos entre meia hora a uma hora de almoco todo dia que nao sao pagos e mais uns intervalos durante o dia.

Hoje em dia a maioria das companias contratam pela internet. Podem ate colocar anuncios em jornais, mas querem que mandemos o curriculo pelos seus websites. Dai se voce qualificar pra posicao, recebe um telefone marcando uma entrevista. Seu curriculo e' praticamente tudo. Nao existe carteiras assinadas ou coisas assim. Voce resume sua experiencia no seu curriculo, recebe cartas de recomendacao de trabalhos que teve anteriormente pra apresentar os dois numa entrevista. Claro que sempre pedem telefones dessas pessoas pra poderem checarem se as recomendacoes sao legitimas e dali vai. Se tudo bater bem, voce e' contratado.

Conseguir um emprego num restaurante ou shopping aqui e' bem facil e nao precisamos de diploma nem nada. Basta voce ser acima de 16 anos (a idade minima pra se comecar a trabalhar aqui) e voce ja consegue um emprego em lojas. Eles nao pagam muito, as vezes comecam com $6.00 por hora, mas existem aquelas que alem de pagarem por hora tb oferecem comissoes.

Nao existem vale transporte ou vale refeicao, apesar de certas companias tb providenciarem lanchonetes ou restaurantes de graca dentro de seus predios pros funcionarios (a Google e' famosa por isso). Se voce tiver o azar de trabalhar num lugar onde tem que pagar pra estacionar, infelizmente sai do seu bolso mesmo. Assim como eu tenho que pagar pra pegar o pedagio todo dia.

Bom, acho que e' isso. Se quiserem saber melhor sobre qualquer outra coisa de trabalho daqui, podem perguntar. Tentarei expandir o maximo que puder.

11 comments:

Mila Viegas said...

Algumas coisas semelhantes mas grande parte não. Como eu trabalhei de carteira assinada por apenas 2 anos, não estou muito "por dentro". Além do mais os critérios para professores são diferentes das demais profissões. A maior parte da minha vida trabalhei por conta própria e não sei se me acostumaria a trabalhar para os outros. Porém, quando trabalhei como professora nestes dois anos eu gostei bastante por poder ter colegas de trabalho e horários pré-determinados. Aprendi bastante.
Agora finalmente estou iniciando o meu próprio negócio no ramo que eu quero. É difícil saber qual será a repercussão, mas estou confiante porque acredito no meu trabalho. É preciso um certo tempo pra gente se sentir segura o suficiente para começar algo. Apesar de eu ter ajuda do meu marido (sempre) e de amigas artesãs do Brasil e do mundo, na realidade, eu sou a empresa, eu sou o atelier e eu sou a artesã principal do meu negócio. Então, são o meu nome e a minha marca que estão em jogo e, por isso, prezo pela qualidade do meu trabalho.
Falando em empregos, outra coisa interessante para se falar (intercâmbio de informações) é sobre como os pequenos empresários "funcionam" por aí. Quando se quer abrir um pequeno negócio, etc. Tenho planos de exportar meus produtos e quem sabe ter representantes deles em outros países. Mas isso é algo para mais pra frente, preciso pelo menos me "firmar" por aqui.
Então é isso!
Muito bacana essa troca de informações, é sempre bom aprendermos cada dia mais.
Super beijo
Mi

Carlos Cherem said...

Deu para esclarecer bem, gostei muito de saber como é aí.

Trabalhar aqui no Brasil com carteira assinada tem suas vantagens, mas na minha área (Informática) ocorre muita instabilidade à medida que ficamos mais velhos, isto é, acabam nos demitindo para contratar pessoas mais novas e que recebam menos. Por isso eu resolvi me tornar servidor público, e para isso tive que pedir demissão e estudar por quase dois anos. Já passei num concurso para uma autarquia do governo federal, assim terei mais tranquilidade no futuro.

Um beijão!

Cila Bairral said...

costumo dizer que aki no brasil quem trabalha por hora é puta... mas vou mudar meu discurso, afinal ae mta gente trabalha por hora.

bjokas

Lucia Cintra said...

Bom, eu me sinto um pc dividida, pois apesar de trabalhar pra uma otima compania, gostaria de tb um dia ter meu proprio negocio. Tenho bastante informacao sobre isso se voce tiver interessada, pois ainda tenho planos de comecar algo de lado quando comprar minha casa. Se voce quiser ou quando estiver pronta, posso te passar por email. E ja comentei com voce uma vez que gostaria de vender certos produtos seus no meu site, ne? Ainda mantenho o interesse.

Carlos, aqui se eles fossem despedir pessoas assim somente por causa da idade, as companias iriam a falencia, pois seria um processo atras do outro. Eles tem uma lei rigida contra discriminacao contra qualquer coisa: raca, cor, idade, sexo, defeito fisico, etc... pra voce ser despedido, tem que ser ultra incompetente ou fazer uma "M" muito grande. Se a pessoa conseguir provar que foi despedida so porque estava passando da "idade certa", com certeza aqui ganharia o suficiente num processo pra se aposentar milionario pro resto da vida.

Cila... entao ai, so' existem salarios? Como sao pagos se fizerem hora extra? Eu prefiro ser paga por hora, acabo fazendo mil vezes mais se tenho que ficar extra. Se voce e' assalariado, se faz hora extra, voce praticamente trabalha de graca.

Cila Bairral said...

cara, eu aprendi na faculdade a calcular hr extra, mas juro que nao lembro... o calculo da hr extra eh baseado no valor do salario, dividido pelos dias do mes, ou seja, 30, pelas hrs de trabalho, geralmente 8, + 1,33%(eu acho, eh isso que nao lembro), que vai dar o valor da sua hr extra.

claro que existe hr extra aki, senao vc acha que eu sairia do trabalho 3,4 hrs depois do expediente pra q?
uahuahua

Amara Ribeiro said...

Essa coisa de hora extra é complicada... Eu que trabalhei na mesma lj durante quase sete anos e em vários cargos passei por isso. Nesse caso específico de comércio não existe respeito a hora extra pois eles dizem que o q vc ganha de comissão já é a hora extra. Então seria qto mais vc vende mais ganha e não qto mais horas fica... No Natal do ano passado por exemplo houve um dia que só conseguimos fechar o caixa às 4:00 am mas como a loja fechou teria fechado teoricamente às 10pm, então ela só contou até esse horário mas ela não calculou com esse acréscimo de 1,33% que a Cila falou... fez a divisão de horas e dias e ponto!Essa coisa de hora extra só existe na realidade para funcionário que tem ponto o que na maioria dos comércios não tem...

Lucia Cintra said...

Pode deixar que ja anotei todas as suas sugestoes e vou escrever a respeito assim que tiver chance.

Nice13 said...

Oi querida
Gostaria de saber como poderia encontrar um trabalho ai, ou em hoteis, front desk..etc mas nao tenho green card, e moro no RJ
Fui comissaria da Varig por muitos anos mas ainda estou desempregada
obrigada pela ajuda.
Nice
meu mail..
nice13@gmail.com

Felipe said...

Penso em fazer um programa chamado work and travel no fim desse ano de 2011. Não sei se haverá boas vagas devido a condiçào econômica que o país passa. Mas em todo caso, qostaria de saber se vc tem algum site onde eu possa procurar por vagas desse tipo. Trabalhos temporários de inverno mesmo. Grato pela atenção.

Felipe said...

Gostaria saber se vc pode me recomendar algum site onde eu possa procurar por vagas de trabalho temporário para o inverno de 2011, su seja fim do nosso ano aqui no Brasil. Penso em fazer um programa chamado work and travel e para isso precisaria encontrar um emprego.
Grato pela atenção.

Lucia Maria said...

Felipe, eu nao conheco ou ouvi falar desse "work and travel", portanto nao sei bem como funciona.

Mas se voce esta procurando trabalhos temporarios, aqui existem milhoes de agencias de empregos temporarios que voce pode checar. So nao sei se participam desse programa, pois as que conheco requerem que voce seja cidadao americano.

Recomendo fazer uma pesquisa (em ingles no Google) colocando essa frase "work and travel" pra ver se consegue alguma indicacao. Ou entao procure "temp agencies" no estado que te interessar e veja se eles dao oportunidades pra estrangeiros.

Me desculpe por nao poder te ajudar completamente, mas eu nunca ouvi falar nesse tipo de programa e como disse, as agencias de trabalhos temporarios que conheco, pedem documentacao que so residentes ou entao cidadao americanos possuem.

Boa sorte!

Lucia