Thursday, November 4, 2010

Nao ha palavras!

Nao eh segredo que eu odiava meu emprego, ja falei sobre isso mil vezes aqui. So ficava la por necessidade, pois apesar de nao gostar do trabalho, a compania era otima. Bom... estao notando que falo dela no passado?

Pois eh, me livrei desse peso emocional, dessa fonte de estresse na minha vida faz mais de uma semana e sai de la ate meio que anestesiada. Abri a porta de vidro da entrada do predio pela ultima vez, andei calmamente pelo estacionamento ate meu carro sentindo a leve brisa de um dia super gostoso acareciando meu rosto, entrei no meu carro e fui pra casa. Chegando la, fui direto pro computador ate o Al chegar, pra tomar umas providencias.

Eh engracado como quando certas coisas acontecem na sua vida, voce meio que consegue enxergar melhor tudo mais ao redor e saindo dessa empresa, me encheu de esperanca pra uma fase nova na minha vida. Me sinto como se agora tudo de bom e melhor fosse acontecer e sinto isso fortemente. Eh como se essas coisas estivessem bloqueadas por eu ainda estar naquele lugar. O alivio que senti e sinto nao tendo mais que me forcar a sair de casa pra fazer algo que odiava, eh indescritivel. Nao tem palavras mesmo. O estresse que sentia todo dia, imediatamente se evaporou.

Me sinto como se a tempestade tivesse acabado de passar e vejo agora as nuvens se dissipando pra dar lugar aos primeiros raios de um sol super brilhante querendo aparecer. Por tras delas, ja da pra ver uns pontinhos do ceu azul. Uma nova fase comeca. Planos foram modificados por inteiro e a prioridade caiu agora em um dos itens no qual ja estavamos trabalhando, mas agora o trabalho esta sendo dobrado. Essa nova fase esta me fazendo visualizar coisas fantasticas, de tanto eh o sentimento de alegria, satisfacao e alivio que estou sentindo. Estou literalmente vendo coisas maravilhosas acontecendo.

Durante esse intervalo, entre sair da compania e arranjar outro emprego, estou aproveitando demais o meu tempo livre pra trabalhar no meu negocio. Como esta sendo gostoso poder acordar cedo com o maior prazer, fazer uma ginastica e sentar aqui na frente do computador pro resto do dia e fazer algo que amo! Passei dias sem sair de casa no comeco e nem notei. Apesar de ja ter mandado meu curriculo pra varios outros lugares antes mesmo de ter saido de la e ja recebido convites de entrevistas e tal, resolvi recusar algumas propostas so pra ter mais um tempinho extra que tanto precisava pra adiantar minhas coisas, comecar outro projeto pessoal que tb logo estara no ar e arejar a cabeca.

Se tem uma coisa que aprendi foi que nao importa o otimo salario de uma empresa boa. Se voce nao esta feliz com o que faz, imediatamente parta pra outra. Eu acho que agi de uma forma muito racional nesses ultimos tempos e nao levei meus sentimentos muito em conta, o que estava lentamente me matando. Por mais que esse ultimo emprego estivesse me ajudando a conquistar meus objetivos em outras areas, nao valeu a pena a quantidade de estresse, o nervoso e agonia que sentia e ficava mais forte ainda todo Domingo de noite, quando literalmente me dava vontade de chorar so de pensar que tinha que ir trabalhar la no dia seguinte...

Eu ja sabia que meus dias la estavam contados, sabia que ia eventualmente sair, mas nao esperava que fosse tao cedo. E olha! Nao poderia ter sido numa melhor epoca, pois minha sanidade estava se esgotando. Acho que de uma certa maneira, esse foi meu presente de aniversario (meu niver eh dia 17) ou entao ate um presente de Natal adiantado, pois fazia tempo que eu nao me sentia tao leve, alegre e bem dessa maneira!!!!!

Sinceramente nao ha palavras!

23 comments:

Lu Souza Brito said...

Olá Lu, tudo bem?

Que coisa boa então. Você já tinha sim comentado diversas vezes da sua insatisfação com o trabalho.
Eu concordo com você, nem o melhor salário, nem estar na melhor empresa vale a pena se estivermos insatisfeitos.
Boa sorte nesta nova fase e aproveite mesmo, tire um tempo para você, mesmo que isso signifique mergulhar em novos projetos, mas é um tempo todo SEU.

beijos

Mila Viegas said...

Lu, é muito bom quando a gente se sente assim. Já falamos sobre isso né?
Desejo que você tenha muito sucesso nos projetos...

beijocas

Delma said...

oi Lu

Eu te compreendo COMPLETAMENTE.Passei por isso há pouquíssimo tempo, só que nem curti o desemprego...arrumei um emprego (no qual estou), mil vezes melhor e que paga melhor. Quando eu ouvia a musiquinha do Fantástico, o desespero era tão grande, que as vezes eu chorava...
Fico feliz por vc, mesmo longe, estou sempre torcendo por vc.
Beijinhos e boa sorte!

Delma

Alessandra Mosquera said...

Conheço essa sensaçao muito bem. Nao tem mesmo palavras para expressar. É uma liberdade, é uma coisa que enche o nosso peito, parece que renascemos.
Parabéns pelo passo dado. Em breve, o resto que vc espera acontecerá. É tudo consequência.
Um beijo

Alessandra Mosquera said...

Conheço muito bem essa sensaçao, é mesmo difícil expressar em palavras. É uma liberdade imensa misturada com algo no peito... é bom demais. Parabéns pelo passo dado, agora o resto virá por consequência, e com certeza virá.
Um beijo.

lucia said...

Xará, passei por situação dessas com a Thaís,os domingos eram um castigo teve dias dela chegar em casa sem vontade de comer com um humor pessimo e ela ficou exatamente como vc está parecia que estava "flutuando". Hoje está em um lugar muito melhor com o humor restabelecido. Acho que vc vai se sair muito bem.
Bjs.

Anathalia said...

Que bom, Lucia! A sensação de se livrar desse peso é mesmo muito boa. Fiquei 1 ano num trabalho que não gostava e também sofria pra caramba por isso. Aproveite mesmo esse intervalo. Um beijo!

Fernando Valente said...

Estou surpreso ao ver este post. Boa sorte ai :)

Vivi said...

Lu, como a Delminha te entendo PERFEITAMENTE. A pior coisa do mundo é estar num lugar que vc quersair correndo pela janela. Eu estava assim até 1 semana atrás. Agora tô relax, estudando inglês com mais tranquilidade, acordando feliz e não fico mais depressiva qdo acaba o Fantástico no domingo.
Vou começar num novo projeto em breve e depois que esse terminar verei como vai ser, mas tudo tá se encaixando :)

Vc que pediu pra sair?

Curta muito essa sensação, pois ela é uma conquista:)
Bjokas

Bia said...

Lu, fico muito feliz que vc se sinta assim! Tudo acontece por um motivo, e esse com certeza foi para te fazer bem melhor!

bjos!

Liza Souza said...

Lu, fico muito feliz por vc e tenho certeza que essa sua nova fase será de muitas conquistas e de plena felicidade!
Beijos

Line said...

Lu,

Parabéns! É aquele velho dirado "tem males que são para o bem". Me lembro de ter lido que vc não gostava de lá, que andava muito cansada e que estava apenas esperando o momento mais oportuno pra sair. A pior coisa do mundo é essa ânsia que bate na gente todo domingo, só de pensar em ir pra um lugar que a gente não gosta, Eu já passei por isso e sei que não é fácil!

Abraços e ótimo fim de semana!

Dani dutch said...

Oi Lu, tudo bem?
Lu eu trabalhei 6 anos no meu último emprego no Brasil antes de vir pra cá, e sentia a mesma coisa, ia por ir mesmo, mas aquilo me matava por dentro, os primeiros 4 anos tudo bem, pois fazia faculdade, e ia trabalhar praticamente anestesiada de tanto sono e canseira, mas quando eu sai, comecei a enxergar o mundo de uma forma diferente, a minha saúde mudou, meu peso também, estou conseguindo voltar ao meu peso de antigamente ( falta uns kilinhos ainda).
Sei exatamente o que vc está sentindo, é como se eu tivesse renascido de novo, nestes dois anos longe de lá.
bjuss e bom fim de semana

Fernanda said...

Que beleza Lu, fico muito feliz por voce. Parabens, voce lutou e se esforcou muito e agora vai colher os frutos. Muito sucesso pra vc!

Sonho Meu said...

Good for you !
Xô stress !

dani mariane said...

Oi Lu,

Ihh nao sei se vai lembrar de mim. Faz um tempinho que nao passava por aqui porque, bem... muitas aguas rolaram. Mas enfm, aqui estou novamente. Entao, incrivel ler voce descrevendo como se sentia no seu emprego. Parece que eu estava lendo sobre mim mesma. Meu ultimo emprego (trabalhava como underwriter/seguros, conversamos sobre isso ha um tempao atras) era bem "soul sucking". Assim como voce, tbm odiava ter que ir trabalhar com algo que odiava tanto. Assim como voce eu tinha um plano e aos poucos tudo foi se concretizando. Nao trabalho mais com seguros, me mudei pra CA esse ano e trabalho com technologia que eu amo (@facebook). Gostaria de registrar aqui que estou mesmo muito feliz por voce, por tudo que lutou e estah lutando pra conseguir. Que venham os resultados de tanta luta. Pena morarmos tao longe uma da outra, porque eu adoraria levar minhas cadelinhas pra visitar voce. bjs

Lucia Cintra said...

Oi Dani, claro que eu lembro de voce!!! Fiquei tao contente por ter me deixado essa mensagem! Nao consegui entrar mais no seu blog, voce tem email? Me passa seu endereco pro lunovidades@gmail.com

Saudades. bjos

Chica said...

Que bom, deu pra perceber realmente teu alívio.Boa sorte nessa fase!beijos,chica

Beth/Lilás said...

Lu, queridinha!
Parabéns por conseguir alcançar a meta que tanto desejava!
Realmente deve ter sido um momento importante em sua vida, assim como agora os novos tempos que virão.
Desejo-lhe tudo de melhor sempre.
um beijo carioca

Susi^^Â^^ said...

Parabéns. O dinheiro não paga bem estar da alma. bj

Celia said...

Que coisa maravilhosa minha amiga. Nada melhor partir pra outra qdo nos sentimos stressadas, esgotadas e tristes com o trabalho que temos. Afinal passamos grande parte do dia lá e é preciso nos sentirmos bem. Espero que vc logo encontre um lugar melhor e que vc se sinta bem. Boa semana. :)

Glau Nott said...

eh mt bom se livrar de stress neh, ainda mais qdo for stress sem necessidade! As coisas vao fluir pra vc agora =)

Crica Viegas said...

Lu, tomei a liberdade de copiar o penúltimo parágrafo do seu post, porque é exatamente o que Gustavo tá vivendo hj na empresa que ele trabalha.
Seja feliz, amiga!
Vai dar tudo certíssimo pra vc a partir de agora!
BJs