Thursday, June 16, 2011

Viajando na maionese brasileira

Deixa eu comecar esse post dizendo que ja o tinha escrito ha um mes e pouco atras. Como sempre ficou guardado sem ser publicado. Ate que a Rafaela me fez umas perguntas que tinha tudo haver com o post, entao resolvi modifica-lo um pouco, e postar a respeito.

Ela me perguntou como eh meu relacionamento com os meus parentes brasileiros e se eu sigo noticias ou outras coisas do meu pais natal.

Respondendo em parte:

- Eu sinto saudades dos meus parentes. Nosso relacionamento, desde quando era pequena, era de so nos ver uma vez por ano, mais ou menos. Isso porque meus pais, eu e minhas irmas, eramos os unicos morando no Rio. O resto da familia estava em Santos, SP e Minas.

Nos encontravamos no verao (o que era uma farra com os primos todos e uma delicia) e no final do ano pras festas. As vezes eles iam passar umas semanas la em casa, as vezes iamos na casa deles. Entao nunca foi uma coisa assim de nos ver todo dia, de convivermos juntos, a nao ser com a minha avo materna que passava meses conosco ao visitar.

E apesar disso, eu sinto muita falta de ter uma familia grande ao redor, sabe? Eu nao devo reclamar, pois sou sortuda de morar fora do meu pais e ter meu pai e minhas irmas aqui do meu ladinho, mas seria tao legal poder tb pegar o telefone aqui e combinar de sair ou me encontrar com meus primos, tios e tias! Vejo como a familia do Al mora todo mundo pertissimo um do outro e mal se falam (SE eles se encontram de vez em nunca, eh muito). Acho isso muito triste e nao entendo.

Entao, eu sinto falta sim da minha familia de la, mas ja que cresci acostumada a nao ve-los muito, estando aqui ou la, acho que seria a mesma coisa, pois eu continuaria no Rio e longe de todos. E nao, ninguem vem nos visitar aqui. Cada um foi pra um canto e seguiu sua vida, apesar do carinho permanecer no coracao.

- Sobre acompanhar acontecimentos brasileiros...
Eu nunca acompanho nada e so fico sabendo de certas noticias atravez dos blogs de amigas ou entao atravez do meu pai ou Izabel. Meu vinculo com o Brasil eh meio inexistente, a nao ser os amigos mesmo, com os quais tenho frequente contato.

Mas musica, novelas, artistas, noticias, politica, esporte, etc e tal, to completamente por fora. As vezes leio certas coisas em blogs de amigas brasileiras e nao tenho a minima ideia do que estao falando ou entao quem eh uma tal fulana ou cicrana que mencionam (geralmente alguem famoso la do Brasil, mas que eu nao conheco).

E nem eh falta de interesse, eh mais porque minha vida, ja ha muito tempo nao tem mais nada haver com o lugar onde cresci e passou a ser aqui. Bom, dizendo isso, talvez seja falta de interesse sim, nao sei. Morro de saudades da epoca que morei no Brasil, da minha infancia e adolescencia, mas eu criei raizes aqui onde estou.

Quando eu visitei o Brasil ha 2 anos atras, um amigo me perguntou se eu nao tinha vontade de voltar a morar la. Sinceramente... disse que nao. Sabe porque?

Sai do Brasil com 17 anos de idade (e na epoca, foi o fim do mundo pra mim!!! Aqueles que me acompanharam na epoca sabem bem como eu sofri por um tempao!) Minha familia esta aqui, meu marido eh daqui, tenhos bons amigos aqui, tenho um bom emprego, agora tenho o meu negocio e vivi minha vida adulta toda aqui ate agora. Eu gosto de onde moro.

Falei pra ele: eu nunca trabalhei no Brasil, eu nunca dirigi la, nunca tive um emprego la e nao tenho a minima ideia como as coisas funcionam. Nao saberia viver como uma adulta, seria comecar da estaca zero, nao saberia como lidar com nada. Sai do Brasil ainda debaixo das asas dos meus pais, tinha acabado de me formar do segundo grau, tinha acabado de fazer 17 anos...

Entao nao. Nao tenho vontade de voltar. Ja estou morando fora vai fazer 19 anos e me sinto em casa aqui e nao mais no Brasil. Estranho dizer isso, pois nos meus primeiros anos aqui, eu odiava esse lugar e queria voltar pro Brasil de qualquer maneira. Mas eh como me sinto hoje em dia.

Quanto a minha lingua natal, eu tenho falado mais portugues ultimamente, pois varias pessoas da minha empresa sao brasileiros e varios americanos falam portugues, entao esta me ajudando a eu nao esquecer muito as palavras. Tenho pouquissimos clientes que atendo em portugues e sinceramente, eu nao gosto de receber telefonemas deles la, pois explicar coisas tecnicas em portugues pra mim eh meio complicado, ja que aprendi essas coisas aqui em ingles.

Minhas conversas fluem tao melhor em ingles quando tenho que falar e explicar programacao e como o nosso software funciona! Mas, esta valendo a pena, pois eu nao queria perder a minha fluencia e trabalhando la me forca a falar portugues. Voces que moram fora, devem entender o que estou dizendo, devem experienciar tb como as palavras somem ou travam de vez em quando e voce nao consegue lembrar dela de jeito nenhum e acaba a soltando na lingua do pais onde mora. Ate mesmo com meu pai, Izabel ou minhas irmas, eu prefiro conversar em ingles. Me expresso melhor e sou mais eloquente.

Fico pensando na minha bisavo materna... Ela era espanhola. Foi morar no Brasil com sua familia quando ainda era crianca e sinceramente? Eu mesma nao lembro dela falando Portugues (ela ja estava doente de cama e sem falar quando eu ja estava mais velha), mas todo mundo dizia que ela falava Portugues perfeitamente. So que, quando ficou bem velhinha, esqueceu a lingua completamente e SO falava espanhol. Deu um reviravolta no seu cerebro, rs.

Coitado do Al se isso acontecer comigo quando ficar velha, hahaha. Ele vai ter que aprender Portugues na marra, rs.

Entao eh isso. Apesar da minha vida ser aqui e nao estar ligada mais ao Brasil, tem certas coisas que nunca vao sumir da minha alma brasileira:
- Nao consigo escutar batucada de tambores de samba sem comecar a sambar - meu corpo automaticamente ja comeca a se mexer sozinho, rs;

- O cheiro do oceano imediatamente me faz voltar no tempo (cresci na praia) e apesar de ser paranoica com o sol hoje em dia, as raras vezes que viajo pra uma por aqui (minha cidade nao tem praia), eu nao resisto e eh o meu lugar favorito nesse mundo inteiro;

- Nao canso de dizer que o Brasil tem os melhores sucos naturais do mundo, os melhores sorvetes e bolos (Al eh quem fica rolando os olhos quando falo dos bolos, mas I'm sorry, ate hoje nao comi um aqui que se comparasse com os brasileiros);

- E os biscoitos, salgadinhos e comida brasileira? Afe! Sou super implicante e enjoada pra comer, mas amo um arroz com feijao, bife acebolado e batata frita (comia muito isso quando morava la). Churrasco entao! Nao tem igual!

Eh isso. Espero que tenha respondido sua pergunta, Rafa. E gostoaria de saber de voces que tb moram fora: como eh o seu vinculo com o Brasil hoje em dia?

9 comments:

Rafaela said...

Oie... Amei o post!!! Estava curiosa pq vc já tinha dado índícios da sua adaptação total aí, mas 100% dos brasileiros que conheci aí(os que realmente foram pra morar) são "mais brasileiros aí do que aqui". Deixa eu explicar: ´nunca entendi pq eles só querem ouvir muica sertaneja, andar agarrado com brasileiro, falar portugues...os que eu conheço saõ todoss assim. Acho que devemos mesmo ser patriotas mas aprender um pouco do país novo, tb é bem legal. Por exemplo: meus irmãos, nascidos e criados aí, têm amigos em sua grande maioria, brasileiros. É uma patota bem legal por sinal, porém, eu nunca compreendi isso. Tanto q quando vou visitá-los tenho dificuldade em praticar ingles pq é português pra cá e pra lá! rsrsr Detalhe: meu irmão do meio colocou no facebook q o lugar de nascimento dele é Conselheiro Pena, cidade do meu pai em MG. Meu irmão nasceu em Boston!!!! rrsrsrNão sei se é pq a mãe deles voltou pro Brasil há anos, então o elo ficou grande...Mas acho muito legal que vc conseguiu se tornar "americana", sem deixar de ser brasileira...xoxo

Lucia Cintra said...

Sabe o que eu nao entendo, Rafa?

Brasileiros ou qualquer outra pessoa que va morar em paises diferentes, mas nao se desgrudam do seu pais nativo.

Se voce nao mora mais la, nao entendo ter a necessidade de continuar vivendo uma vida platonica e nao aproveitar o lugar onde esta.

So porque eu sou brasileira, nao tenho que andar com brasileiros aqui. Pra ser sincera, ate hoje, nao bati muito com os brasileiros que ja conheci.

Tenho saudades das pessoas com as quais convivia, mas nao tenho necessidade de ficar escutando musica brasileira, andar com brasileiros, assinar a Globo e ficar assistindo novela brasileira (por mais que eu amava as novelas quando morava la).

Pra ser sincera, de uns anos pra ca, quando escuto portugues em certos lugares, eu fico na minha e so escutando. Nao viro pra pessoa e me apresento como brasileira. No comeco eu fazia questao: "Ah, voce eh brasileiro? Bla, bla, bla..." Nao mais. So pq a pessoa eh brasileira, nao significa que vai bater comigo, entende?

As vezes vejo algumas pessoas falando de personagens de novelas (acho, nao sei se seria outro programa que passa la) no facebook e eu ja me peguei meio que balancando a cabeca ao ler certas coisas.

Tipo, pq nao aproveitar onde esta no momento? Talvez seja mais comum viver agarrado assim pras pessoas que saem do Brasil acompanhando os maridos ou esposas e nao trabalham e nao formam uma vida propria no outro pais.

Foi muito dificil pra minha mae, mais do que pra gente (as filhas), quando nos mudamos pra ca, pois com o tempo, nos 3 fomos nos integrando no colegio ou faculdade, fazendo amizades, criando uma vida.

Pra ela foi diferente, pois so ficava em casa e nao trabalhava. Eu sei e vi como pode ser dificil, mas se voce nao tenta abrir o coracao, embrace o que o pais novo tem de oferecer e aproveitar as oportunidades, voce acaba sendo infeliz, sabe?

Cada caso eh um caso, talvez algumas pessoas so consigam se adaptar parcialmente quando tem esse suporte de brasileiros ao seu redor.

Eu ja acho mais interessante se abrir completamente e aproveitar o que o lugar novo tem de oferecer, pois muito em breve, voce comeca a formar raizes e voce acaba se sentindo em casa nesse lugar "novo".

bjos

Judy Kennedy said...

"HOME IS WHERE YOUR HEART IS"

this is so true... bjsss... judy

Elianne Goff said...

Lu, Eu tb sou assim adoro morar aqui e nao sinto falta de Sao Paulo, mesmo pq sempre sonhei em morar no interior, so nao sabia que seria aqui nos USA. Eu me adaptei bem e tb achava absurdo minha cunhada e meu irmao que moraram na Florida por 10 anos pedirem para minha mae todo ano trazer sabonetes do Brasil, coisas que sao facilmente achadas aqui e podemos substituir sem pena, nao e como algumas coisas tipicas que so se tem no Brasil, ai ate entendo, e verdade bolos no Brasil sao muitos mais gostosos. Quanto ao salgadinhos eu faco coxinhas e pao de queijo as vezes so matar a vontade mesmo. Eu tb nao tenho intencao nenhuma de voltar a morar no Brasil estou satisfeita e feliz por aqui . Concordo com a note acima " casa e onde seu coracao esta " .

bjs,

Lucia Cintra said...

Elianne, eu acho isso de ficar pedindo pra trazer ou comprando coisas do Brasil que tem aqui meio ridiculas.

Os pais de um colega de trabalho meu todo ano que vao pro Brasil, voltam com uma farmacia pra estocar aqui...

E eu me pergunto: Quando as pessoas ficam doentes aqui, elas nao tem recursos,ne? Nao existe remedio pra gripe, dor de cabeca, colica e tudo mais aqui,ne?

....... Sem comentarios com as outras coisas tb.

bjos

Glau Nott said...

Lendo seu post me fez lembrar que preciso escrever sobre o mesmo.. tb sinto o mesmo q vc, eu vim pra ca nova tb, com 22 e me acostumei mt mt mt rapido aki, incrivel!

Nanci said...

Xiii eu ja sou meio conectada ao Brasil, antes ate que nem tanto mas ultimamente depois que o professor de economia da universidade ficou falando tao bem do Brasil como potencia para o futuro e aqui na empresa os olhos estao virados para o BRIC (Brasil, Russia, India e China) toda informacao que alguem acha passa pra mim, e eu fico super por dentro de tudo. Outra coisa que gosto de ler e sobre moda e cuidados com a saude de um jeito natural, e acho que no Brasil tem muita coisa legal e eu aproveito e fico informada. Ja no quesito 'ficar com brasileiro por ai', podem me chamar de fresca, mas eu nao me misturo, gosto de manter um low profile. Em questao de novelinha....xii eu tb gosto, muitas coisas la nao tem nada a ver com a vida real, mas enquanto eu limpo e arrumo a sala eu coloco algumas partes no laptop e gosto de ouvir um portugues brasileiro.
Beijinhos

Beth/Lilás said...

Pois é Lucinha, eu acho que você tem pouquíssimos vínculos de formação com o Brasil, aliás acho-a mesmo bem mais americana do que brasileira, mas sinto que o que ficou em você foi a saudade das melhores coisas que aqui viveu, como a comida, alguns amigos e alguns poucos parentes. Sua vida foi alicerçada quando jovem adolescente aí e, portanto, muito natural não ter estes vínculos mesmo.
bjs cariocas

Lu Souza Brito said...

LU, nunca morei fora nao mas entendo perfeitamente. Principalmente porque você mora ai a muitos anos, sua familia está ai com você e como disse a Beth, toda sua vida foi alicerçada aí. Natural!
As melhores coisas, lembranças, guardará sempre, mas nao quer dizer que tenha que viver como se ainda estivesse aqui.
Eu também me adapto bem, acho que se fosse comigo aconteceria o mesmo.
Um beijo