Wednesday, October 6, 2010

Pq nao nos momentos bons?

Estava conversando com minha amiga Zeze sobre o lance do funeral da mae do marido da minha cunhada. Como disse no post anterior, nao sei se terei cabeca de ir, afinal tb nunca conheci sua mae ou sua familia e nao somos muito proximos a ele. Al quer ir, eu ainda nao sei.

Mas ela me falou algo interessante: Eh engracado como certas pessoas so aparecem ou se reunem quando algo tragico acontece. Tipo se alguem morre, algumas vao no funeral por obrigacao ou entao se voce esta tendo algum problema, algumas somem do mapa e outras te oferecem palavras de conforto. Eu ia extender o assunto, mas deixa eu so dizer que as palavras de conforto sao otimas, mas ja repararam que quando voce esta sucedindo em algo na vida, alegre e contente por estar conquistando e progredindo numa area importante, certas pessoas ao seu redor somem?

Nao sei pq. Talvez por pensarem que voce esta bem e que nao precisa ouvir nada, mas na verdade eh super legal encontrar pessoas que te animam a seguir em frente e te encorajam com palavras amigas. Sao aquelas que te oferecem suporte, e as quais que te motivam a caminhar o restinho do caminho que falta pra voce chegar la, quando voce pensa que nao aguenta mais o ritmo. Suas palavras de encorajamento sao super poderosas. Eu tenho sorte de ter algumas pessoas assim na minha vida, principalmente meu marido.

Tenho notado muito isso de uns tempos pra ca. Umas pessoas somem, varias se calam e outras criticam. Torno a perguntar: "Porque sera?"

Sera que eh do ser humano querer ajudar somente quando a pessoa esta chorando num canto, querendo que outra passe a mao na sua cabeca e mesmo assim, sera que as palavras de conforto sao so da boca pra fora? Pq sera que somente oferecem palavras de conforto e nao de encorajamento? Ou entao umas simples palavras como "Parabens pela conquista".

Nao sei se estou sendo muito implicante ou se detesto quando certas pessoas reclamam da vida parecendo ser somente pra chamar atencao e receber palavras de consolo. Nao sei se eh pq ja fui assim que hoje em dia, quando alguem esta reclamando da vida, da vontade de falar: "Get over it!" (o que quer dizer mais ou menos: "Para de choramingar, para de encontrar desculpas em tudo ao seu redor, e faz algo a respeito!"). Juro que esse tipo de comportamento me da nervoso, pois ja fui assim. E essa eh uma das razoes principais pela qual eu nao gosto de ler meus diarios do comeco dos meus anos 20... Terrivel!

Nao sei se estou conseguindo me expressar. O que quero dizer eh que nao entendo pq algumas pessoas nao ficam contente pelas conquistas dos outros ou se ficam, pq nao falam nada? Pq sera que ficam no silencio? Talvez eu esteja sendo errada de esperar uma reacao como a minha, pois quando alguem que amo conquista algo, eu fico completamente entusiasmada por ele ou ela, como se fosse eu quem tivesse conseguido chegar la. E encorajo a pessoa mais ainda.

Sei nao... isso esta me incomodando demais de uns meses pra ca. Talvez eu deva deixar de lado e focar naqueles que realmente sao importantes na minha vida e que oferecem o apoio que preciso.

9 comments:

Chica said...

O bom é conseguir identificar o que é bom e te faz bem.O resto, deixa pra lá!beijos,chica

Luciana Håland said...

Talvez seja por inveja, porque eita sentimentozinho nocivo que ataca muita gente. Também percebo muito isso, e também percebo de pessoas que arrumam alguma coisa e se reaproxima só pra contar vantagem.
De gente que some ou aparece pra negativizar o que a gente tem, o nosso momento, pra botar defeito, pra criticar, pra levantar dúvidas e deixar no ar que o fracasso pode estar já batendo as nossas portas, eu já estou cheia, e como elas existem. E acho que a gente percebe mais isso quando estamos bem, o povo vem urubuzar.
Não vale a pena perder tempo com gente assim.

Energia e sucesso pra você.

Beijo

Alessandra Mosquera said...

Curioso, eu já pensei isso também em algumas ocasiões, pra mim o meu melhor momento foi quando vim morar aqui e muitos amigos desapareceram quando falei que iria morar na Espanha... Eu penso que é inveja ou sentimento de inferioridade. Infelizmente muita gente não se sente feliz com a vitória do outro. Pelo menos, penso assim...

orvalho do ceu said...

Olá, Lúcia querida
Estive pensando no dia de hoje exatamente o que falou-nos... interersante coincidência...
Creio que somos muito ocupados conosco mesmos... O sucesso do semelhante nada significa para nós muitas vezes... Pena!!!
Tenha paz interior e deixo meu abraço fraternal.

Lúcia Soares said...

Lúcia, isso é muito comum ao ser humano.
Brinco com parentes que vejo pouquíssimo: só nos encontramos em enterros ou em casamentos. Quanto é em casamentos, menos mal. Pior é que quando o tempo vai passando, fica mais fácil se encontrar em enterros. (Deus me livre, mas é fato).
Normalmente o sucesso das pessoas não agrada a todos.Por isso pouco se liga para dar os parabéns, nem nada disso.
Quando se sabe que alguém foi promovido, antes de tudo vem: "É mesmo? Que bom"!, mas por dentro há algo parecido com: "Como assim, promovido? Nem tão boa (bom) ela (ele) é..." e coisas assim.
Inveja, ciúme, desejo de ter sido com ele e não com o outro, essas coisas.
Mas gosto de ligar para os amigos e parentes que estão passando por bons momentos, tanto quanto para os que precisam de apoio e carinho.
Sinto muito pela perda do seu amigo.
Beijo!

Mila Viegas said...

Lu,
Tem razão!
Vou resumir o que é isso em apenas uma frase: "A felicidade dos outros incomoda a alguns".

Daí vem tudo o que você acabou de escrever. Eu também odeio gente reclamona ao extremo. Reclamar até é normal. todo mundo faz isso, mas depende da forma como faz.. É a forma que me irrita mais e não a reclamação em si.

E escuta.. eu não sumi de tu não, viu furinguete?! rs.. Eu só estou numa fase sonolenta da vida.. kkkk


beijocasss

Mile said...

Eu já senti isso, até mesmo no blog. Uma pessoa "amiga" SÓ deixava comentário quando o post era triste, quando eu nao estava bem. Agora se o post era de algo muito bom que tinha me acontecido, a pessoa era incapaz de deixar um "parabéns amiga, vc conseguiu"!!
Nao sei o que se passa na cabeça de gente assim. Agora das minhas amigas de verdade no Brasil isso nunca me aconteceu, quando a amizade é realmente verdadeira e livre de interesses, os amigos se alegram com nossas conquistas e choram com nossas tristezas, é aí onde vc se dá conta que tem um amigo de verdade.
Bjoks

Beth/Lilás said...

Nossa, você tocou em algo que também já me vi pensando sobre.
Tem gente que só é solidário na dor, nunca na felicidade do outro.
Eu não, sinceramente, pois acho que quando todos estamos bem, felizes é o melhor da vida. Tão ruim saber-se bem e feliz e os que conhecemos vão mal!
Fica na paz, deixa pra lá, já te falei dos seres com poucas luzes, né?
beijinhos cariocas

Fernando Valente said...

Eu fico feliz pelas tuas conquistas. Mas imagino que tu saiba disso. :)