Friday, July 23, 2010

Porque nao?

Vou ate soar como uma "material girl", como disse a Madonna, mas eh assim que eu penso.

"Whoever said that money doesn't buy happiness, doesn't know where to shop". (Quem disse que dinheiro nao compra felicidade, nao sabe onde fazer compra).

Foi a melhor citacao que ja ouvi na vida e pra mim eh a pura verdade. E nao vem falando pra mim que as melhores coisas sao as simples e de graca e que dinheiro nao importa. Ate concordo que coisas simples sao importantes, pois eu nao trocaria uma tarde preguicosa, cheia de conversa e risada ao lado do meu marido, minha familia e amigos por nada, mas dinheiro importa sim.

Vejam bem: No mundo no qual vivemos, precisamos de certas coisas pra viver. Nao vivemos numa caverna, nao saimos pra cacar nossa propria comida e tal... Ter dinheiro nos ajuda a viver mais intensamente. Ta, tudo bem, depende da pessoa, mas se voce for aquela que tem sonho de viajar e conhecer o mundo, que eh meio filantropica e quer ajudar outras pessoas ou animais, so pra dar uns exemplos, no minimo voce teria que ter alguma coisa no bolso pra realizar esses desejos.

Eu nao acredito muito nas pessoas que dizem que so precisam ter o basico dos basicos pra viver. Ha excecoes, claro, mas pra mim, a maioria dessas pessoas falam isso pra se mostrarem humildes ou ate mesmo nobres de uma certa maneira. Tenho certeza absoluta que no fundo, no fundo, gostariam de ter uma coisa ou outra material, gostariam de ter uma casa legal, visitar ou conhecer outra parte do mundo, mas nunca falam isso. Parece que sao aquelas que acham que nunca vao conseguir nada e eh melhor se contentarem com o que tem.

Nao entendo o que ha de errado em ter dinheiro. Pq eh assim tao tabu falar nisso? Li numa revista uma vez, que a Oprah tinha mansoes em tudo quanto eh lugar, que ela esbanja, que isso e aquilo... Gente!!!! Aquele artigo so pode ter sido escrito por alguem invejoso. Por que a Oprah nao tem direito de ter tudo aquilo? Ela veio do NADA, fez sua fortuna sozinha, somente com seu talento! Eu admiro demais pessoas assim e agora que ela eh bem sucedida e tem as coisas que tem, fico super feliz por ela! E quero fazer igual, pessoas assim me inspiram.

Ela gasta horrores com as coisas que quer (eu faria exatamente o mesmo) - se tem, porque nao? Mas tb gasta horrores doando pra tudo quanto eh tipo de caridade; abriu uma escola na Africa pras criancas terem oportunidades de conseguir ter uma educacao, da dinheiro pra sociedades de causas diferentes e esta sempre ajudando os outros. Isso nao eh maravilhoso? Isso nao eh um beneficio imenso de se ter dinheiro? Olha quanta gente ela tem capacidade de ajudar ou ate mesmo de mudar a vida dessas pessoas, por ela ter dinheiro?

Pessoas como ela, trabalham duro a vida inteira pra conseguir realizar seus sonhos e conseguir adquirir o que querem, ai vem fulaninho invejoso e sem saber o como foi arduo a caminhada desse tipo de pessoa, as vezes cheio de obstaculos e sacrificios, e ja comeca a falar mal delas. Nao conseguem enxergar que na maioiria das vezes, as coisas nao cairam do ceu no colo dessas pessoas, elas fizeram sacrificios e lutaram pra chegar onde estao.

Eh facil falar mal dos outros e deixar a inveja tomar conta, principalmente sem saber da estoria por tras do sucesso de uma determinada pessoa. Acho isso tao triste, pois o invejoso nao consegue enxergar que ele mesmo tem essa capacidade de vencer, mas que com essa mentalidade de ser um derrotado, que as coisas nao acontecem pra ele e so pros outros, tendo essa inveja e raiva no coracao, nunca mesmo vai chegar la.

Claro que mt gente nao chega ao nivel da Oprah, mas mesmo assim. A qualidade de vida que acabamos tendo quando temos um pouco de dinheiro no bolso, eh indiscutivel. Voces mesmos que estao lendo isso aqui: tem um teto acima de sua cabeca, tem uma ou varias televisoes na sua casa e foram capazes de gastar pra comprar um computador... Ter computador eh um luxo, nao eh viver com o basico dos basicos.

Nao importa as circunstancias, na minha opiniao, se voce realmente quer algo e faz a sua parte pra conseguir realizar o seu sonho, voce chega la sim. Mas esse tipo de pessoa, que coloca a culpa no dinheiro ser a causa da maioria dos nossos problemas, infelizmente colocam tantas barreiras na sua frente que elas mesmas fazem tudo ser impossivel. (A culpa nao eh do dinheiro, mas sim da mentalidade da pessoa, tanto que ha corruptos egoistas e tb os filantropistas que usam suas fortunas pro bem dos outros). Essas pessoas que pensam assim, sao seus maiores impecilhos, nada e ninguem mais! Para tudo se da um jeito. Acredito cegamente nisso, pois esta sendo assim pra mim e pra milhoes de outras pessoas nesse mundo.

Um exemplo? Somente unzinho? Hummm.... Chris Gardner - Assistam um filme chamado "In pursuit of happyness" baseado na vida desse homem. Ele eh uma pessoa que me inspira.

Falar que dinheiro eh o mau do mundo, se achar nobre por viver em condicoes precarias... nao consigo entender isso. Porque nao querer conseguir atingir seus sonhos e querer se contentar com menos? Nao, eu mereco tudo o que eu quero e nao acho isso ser algo "conceited" (esqueci a palavra em portugues).

Todo mundo merece ter tudo que quer... Mas infelizmente muitos nao pensam assim e se nao pensam assim, nunca vao desfrutar o melhor que a vida tem de oferecer. Esta ali, mais perto do que voce imagina, ao seu alcanco... eh so conseguir exergar e comecar a andar em sua direcao.

11 comments:

Beth/Lilás said...

Falou e disse muita coisa, ou seja, mandou bem pra caramba!
É isso mesmo, tem gente que posa de humilde mas não tem nada, pelo contrário, são mesmo uns chatos e não aceitam quase nada da vida, reclamam demais, dizem-se simplórios, mas no fundo o que têm é muita inveja de quem tem e pode curtir com o que tem.
Sempre disse algo em comparação com nossa vida aqui no Brasil e no modo de vida americano, pois aí quando se trabalho e ganha dinheiro para poder ter um bom carro, uma boa casa e viajar ou comer fora e bem, a expressão que usam é "eu fiz dinheiro", claro, trabalhando para tanto. Aqui, usamos a expressão "ganhei dinheiro", como se caisse do céu, e já começa a desvalorização do esforço e do próprio dinheiro.
Mas, tudo isso está ainda em cima das tradições religiosas para os que nelas crêem, ou seja, "bem aventurados os humildes porque deles é o reino dos céus". E aí, muitos entendem que para ser simples ou estarem com seus espíritos esvaziados para receberem
as graças divinas, precisam viver uma vida simplória, sem fazer uso do que o conforto atual oferece.
Este filme que vc fala já o vi duas vezes, adoro o Will Smith nesta interpretação da história real deste homem que deu a volta por cima e saiu da miséria com toda dignidade de seu trabalho e intelecto e pode enfim curtir a vida e toda a maravilha que o conforto do dinheiro pode oferecer.
Acho que o mais importante é a pessoa não se perder de si mesmo, dos valores essenciais, do amor que vai dentro de sua alma.

Parabéns pelo texto, adorei!

beijos cariocas

Nani said...

Lu, tem sempre gente julgando os outros, a vida alheia, mas macaco nao para pra olhar pro rabo neh (como diz minha mae).

Olha, sou da mesma opiniao, eh igual aquele ditado que o povo fala:

"dinheiro nao compra felicidade??? Entao me da o seu e vai ser feliz!"

Nessa vida, infelizmente tudo depende de dinheiro. Pra nascer, pra viver, pra comer, pra viajar, pra tudoooo, e ateh pra morrer.

Lúcia Soares said...

Lúcia, xarazinha, eu sou uma das pessoas que sempre diz que o simples é que nos faz mais feliz.
Mas não digo que dinheiro não é necessário.
Infelizmente, trazer felicidade ele não traz mesmo. Traz o material, o que é muito bom.
Mas vale mais a pena ser infeliz fazendo uma viagem a Paris (por exemplo)?
Sou a favor de se lutar pelo que se quer, até a exaustão.
Pra se viver bem é preciso um mínimo de dinheiro. O necessário pra termos um teto, comida todos os dias, roupas que nos agasalham, enfim, o chamado "pão nosso de cada dia".
Só o que acho desnecessário é esbanjar. Mas concordo com você que a gente é que manda no que tem e se quer gastar, gaste à vontade.
Há pessoas que mesmo tendo pouco sabem repartir; há as que muito têm e não repartem nada; há os que têm inveja e os que admiram a vitória do outro; há os pobres de espírito e os humildes de coração.
Que tenhamos sempre o dinheiro suficiente pra realizar nossos sonhos!
Beijos!

Fernanda said...

Ia falar a mesma coisa que a Nani, nessa vida a gente precisa de dinheiro pra tudo, nao tem jeito. Acho que existe gente que nao se importa mesmo, mas isso eh um em um bilhao, um Chico Xavier da vida. A historia que dinheiro eh o mal do mundo eh balela, conformismo e as vezes inveja. Sem dinheiro a gente nao come bem, nao recebe bons cuidados medicos, nao viaja, etc etc etc... Voce nao esta sendo uma material girl nao, esta sendo realista.
Beijos e bom fim de semana!

Fernando Valente said...

Concordo plenamente com teu artigo. Alias, essa era uma das poucas coisas que quando eu era espirita não dava o braço a torcer: sou materialista. E dai? Foda-se, é bom. Coisas materiais também trazem felicidade. Ter coisas e dinheiro é bom. Eu *AMO* e sou viciado em grana. Quero uma vida boa, quero ter as coisas.

Se dinheiro fosse ruim, porque diaboas essas pessoas não dão tudo pra mim? Nem me importaria se me fizessem esse mau. :P

Lis Alves said...

Eu concordo em gênero número e grau com você, aqui em terra brazilis, eles dizem "dinheiro não traz felicidade" e eu respondo, pode não trazer mas ele compra,kkkk.
É hipocrisia as pessoas dizerem que dinheiro não importa, quem fala, ou tem demais e ou não tem e amaria ter.
Bjs

Nanci said...

Concordo com isso tb. A gente ta sempre batalhando para melhorar de vida, estudando para ter uma promoção no trabalho e com isso melhorar o salário, e não é só ganhar o salário e sim how much I worth. E acho que quando as pessoas boas de coração conseguem uma riqueza, depois de pobre ela espalha por ai afora, geralmente onde precisa mais, assim como fez a Oprah. Ja o fime citado é uns dos meus favoritos, como vc ja sabe, e vale sempre recordar que somos capazes de dar a volta por cima quando queremos muito. Otimo post.
Beijos

Anônima said...

Concordo plenamente e assino abaixo e digo amen.

Dani dutch said...

Lú, vc falou bem...
Vou te contar uma historinha, tem uma pessoa da minha familia que só ela podia ter as coisas boas, e só ela tinha direito de usufruir de tudo do bom, quando era os outros que comprava alguma coisa, ela rotulava como superfulo, e como foi descrito no seu texto é exatamente um tipo de pessoa invejosa.
bjuss

Glorinha L de Lion said...

Lucia se dinheiro fosse ruim a gente não trabalharia, não se esforçaria, nem sairia de casa. Essa mania que as pessoas tem de dizer que "dinheiro não compra felicidade". Claro que não e falta de dinheiro muito menos. Acho uma babaquice essa estória. E mentira. Todo mundo gostaria de poder ter o bastante pra fazer tudo o que gosta e tudo o que quer.
Pergunta pra alguém se quer abrir mão de ganhar na loteria? Com dinheiro tudo fica mais fácil, até trabalhar, como diz meu marido.
O brasileiro é que não pode ver ninguém se dar bem na vida, que já vem com piadinha. Uma vez me disseram que é um acinte quem gasta milhões num barco ou num carrão e não ajuda os pobres. Eu perguntei se ela sabia se ele ajudava os pobres ou não. E disse que talvez ele ajudasse sim e ela não soubesse. E tivesse o direito de gastar o dinheiro dele como lhe conviesse, era dele e ninguém tinha nada com isso. Muito bom seu post! Chega que já escrevi muito! bjs.

Lu Souza Brito said...

Lu,

Minha opinião: tem muito gente que fala que dinheiro nao traz felicidade por estes motivos que citou: inveja, falta de capacidade, falta de coragem para lutar e ter o que sonha. Acho até que é pessoa que nao sabe nem sonhar.
Por outro lado, muita gente que diz isso nao se enquadra neste padrão, e conheço algumas assim e entendo quando dizem isso:
São pessoas que possue bastante dinheiro por ter trabalhado uma vida toda, mas quando descobrem uma doença grave por exemplo, percebem que o fato de ter muito dinheiro não a tira daquela situação: pode prolongar a vida um pouco mais, pode ter um tratamento melhor, mas não é a garantia que ficará boa, que viverá mais. Nesse momento aprendem a dar valor a coisas que antes pareciam insignificantes: como um amigo de verdade, a familia, o contato com a natureza...
Enfim, acho que é um modo poetico de dizer e neste ponto eu concordo com quem fala assim. Percebemos o quanto a vida é frágil. Como devemos valorizar a saude, o bem estar, os amigos.
Mas isso nao nos impede de sonhar, de lutar para ter as coisas.
O dinheiro nos possibilita mais qualidade de vida, concordo com você: eu adoro ter dinheiro para sair com meu marido e ir a um bom restaurante, fazer uma viagem sem contar as moedinhas, comprar roupas, bolsas e sapatos, que mulher nao adora??? Presentar minha familia...
E não me acho supérflua por conta disso. Cada conquista minha (seja a compra da casa, uma tv de lcd, um movel de qualidade e até mesmo uma tarde de compras no shopping) vejo como recompensa pelo meu esforço, meu trabalho. Eu faço meu dinheiro e por isso mereço mesmo tudo!

Outra coisa que não gosto: pessoas que é so ver você com algo novo, quer logo saber o preço. Parece que se mede quem você é ou quanto vale o que possui pelo preço que custou.

Mas uma coisa eu digo, e nao é por inveja nem por incapacidade: dinheiro não é a coisa mais importante da minha vida, não mesmo. Faz bem, traz condições de uma vida mais digna, com lazer, educação, satisfação, mas consigo abrir mão de alguns benefícios que o dinheiro traz em troca de outras coisas.
Exemplo: nao ficaria com uma pessoa somente pelo dinheiro dela.
Não bajularia alguém com muito dinheiro se não gostasse dela somente para obter vantagens ou favores...
Coisas do tipo.

Luuuuuuu, desculpa, meu comentário está quase maior que seu texto.
Gosto desses seus posts polêmicos!