Wednesday, June 16, 2010

Como voce se ve?

Voce ja parou pra pensar em como ve voce mesma? Nao assim fisicamente, mas quando voce olha pra dentro de si, que tipo de pessoa voce ve? Forte, guerreira, fraca, maria-vai-com-as-outras, teimosa, ambiciosa...

Antigamente eu me via como uma bobona. Simpatica, amiga, sonhadora e... isso ai: sonhadora, pois as coisas que eu queria fazer, ter ou conquistar ficava so no sonho e na esperanca mesmo, ja que eu nao fazia absolutamente nada pra correr atras. Me via como uma bobona e tinha certeza de que outras pessoas me viam dessa mesma maneira. Era como eu pensava na epoca.

Hoje em dia, minha imagem mudou. Talvez tenha sido porque eu consegui enxergar algumas coisas e mudei muito certas atitudes e pensamentos que tinha, mas hoje eu sinto orgulho do que vejo.

Sera tb que temos essa imagem de nos mesmas baseadas na pessoa que queremos ser? Deixa eu dar um exemplo: hoje eu me vejo como uma pessoa forte, ambiciosa e "go-getter" - o que quer dizer: "alguem que corre atras das coisas e as faz acontecer nao importando os obstaculos". Mas sao esses tipos de pessoas que eu admiro e as quais me fazem querer ser igual "quando crescer", rs. Comecei a escrever um post sobre elas, mas ainda nao terminei, talvez semana que vem coloque aqui. So sei que as minhas duas imagens de antes e depois parecem ser ate de duas pessoas completamente diferentes.

Antigamente quando algo nao acontecia ou dava errado eu ficava triste e chorava. Hoje eu posso ate ficar chateada, mas envez de tristeza, as vezes fico zangada, mas isso me impulsiona e me faz ficar mais determinada ainda a conseguir aquilo que quero.

Tipo: antigamente levava um tapa e chorava. Hoje eu bato de volta com mais forca ainda. Eh engracado como as nossas experiencias nos moldam aos poucos ao longo da vida. As vezes eu me acho ate 'abrasive' demais, talvez direta demais e eu nunca fui assim antes.

E isso me faz pensar: Porque sera que isso mudou assim? Eu sei mais ou menos quando foi essa mudanca, mas COMO sera que isso aconteceu? Parece ter sido assim tao do dia pra noite, num desses momentos que parece que a vida te da uma chacoalhada e voce acorda assustado... Bum! Assim de repente, minha imagem de mim mesma, para mim mesma parece ter mudado. E como isso faz diferenca!

Todos os livros de auto-ajuda que ja li na vida falam que voce tem que acreditar em voce mesma pra realmente conseguir algo que quer. Eh basicamente isso. Paginas e mais paginas de livros grossos se reduzem a essa simples mensagem: Acredite em voce primeiramente, corra atras nao importando os obstaculos e voce chegara onde quer. Se eu continuasse me vendo ou tendo aquela imagem antiga de mim mesma, nao estaria conquistando as coisas que estou nesse momento. E com certeza o futuro que tenho em mente nem estaria perto de acontecer.

Eu gosto muito de avaliar as coisas. E acho que vou comecar a escrever sobre isso (pra mim mesma, nao aqui no blog), pra tentar entender como isso mudou assim de repente. O que aconteceu ou contribuiu pra isso? Quem colaborou ou me ajudou? Quem foram minhas inspiracoes? Ja tenho algumas respostas ou pistas, mas tenho que formular um relatorio pessoal.

So sei que hoje eu olho no espelho e gosto da mulher que eu vejo...

11 comments:

Mila Viegas said...

Eu não sei bem, Lu. Mas creio que hoje eu me veja como alguém mais disposta e encarar qualquer tipo de desafio. Já passei por tanta coisa e tantas outras estão por vir e, sinceramente, já não sinto raiva quando encontro os obstáculos... Sinto estímulo! É como um quebra-cabeças com algumas peças faltantes (as principais) e minha missão é encontrá-las onde quer que estejam e em quaisquer condições que se apresentem.
Passei a desvendar os próprios mistérios da minha vida e jornada pessoal, que não são poucos e alguns são uma icógnita. Mas o percurso é o que vale, é o que me instiga e impulsiona.
Hoje eu sou alguém que acredita muito mais em mim do que nos tempos passados, alguém que aprendeu a exercitar a criatividade de modo incrível... e não falo isso para me gabar, mas porque é verdade, é o que sinto dentro de mim.
Hoje sou mais flexível e sei os momentos que preciso ser rígida. Não perco mais a fé em mim mesma e nem na concretização dos meus objetivos por mais que muita gente torça o nariz. Hoje, eu cago e ando pra essa gente... rsrsrs.. Antes eu me importava.
E hoje eu sinto que cada minuto que passa, cada dia mais, eu continuo florescendo, mesmo que seja num inverno rigoroso.

beijos

Mary said...

Quanto maior o obstáculo,mais quero superá-lo...
"Pra frente e avante", acho que já ouvi isso em algum lugar: Super-homem?
Bjo,

Beth/Lilás said...

Lu e Mila,
Lindos os depoimentos de vocês duas!
Eu acho que a gente vai crescendo nesta vida, principalmente quando aprendemos com nossos erros, quando não desistimos, quando vemos nossa capacidade e força.
Vocês estão na flor da idade, portanto é muito natural que isto esteja acontecendo e se aflorando assim tão abruptamente, mas é importante observar sempre, enxergar dentro de si mesma e se corrigir em atos não pensados.
Força e vontade é o que lhes desejo!
beijinhos cariocas

Chica said...

Lindas reflexões essas tuas. Eu ,pensando bem, já fui bobona,aguentava desaforos (nunca muitos) mas mais calminha...Hoje,ninguém mais tira farinha comigo...Soumaisforte e sei o que quero e ninguém me faz fazer o que Não quero, nem morta,rsrssr beijos,chica

Lu Souza Brito said...

Oi Lu,

Essas coisas acontecem aos poucos né e quando percebemos, a transformação já aconteceu. Eu já mudei muito,e ra bastante insegura, sonhadora. Não mudei totalmente não, aliás, o meu espelho interno me diz que ainda nao sou o que gostaria realmente de ser, ainda nao me sinto satisfeita, mas já tenho mais fé em mim, sou mais corajosa, flexivel nos momentos que necessito.
É isso.Beijos

zzaguiar said...

Concnordo com o ponto das pessoas acharem que somos oque pode não corresponder com a realidade. Mas ao longo do caminho, novas paisagens somam-se e acabamos adquirindo posturas diferentes sobre várias questões em nossas vidas... "É preciso saber viver..."

Bjo.

Eduardo said...

Costuma-se dizer que um profissional com experiencia tem muito valor, porem aqui existe um erro. Experiencia de algo que era bom no passado nao tem mais lugar no mundo dinamico de hoje. Durante a vida eh preciso renovar constantemente nossas experiencias, aprender com os erros e nao persistir com praticas ultrapassadas. Essa renovacao que voce esta experimentando eh um bom sinal de que voce continua crescendo como pessoa. Nao podemos ser hoje como eramos antes, precisamos estar constantemente mudando e melhorando. Muitos fatores contribuem para essa mudanca, amigos, parentes, modelos, leituras, circunstacias da vida e nos mesmos.
Um abraco
dad

Wilma said...

Sim Lúcia, me faço várias vezes essa indagação e sempre me vejo como uma pessoa antes de tudo persistente, desde menina, sempre fui fundo nas coisas da vida, gostava de analisar fatos, fui áquela adolescente que sonhava com um mundo diferente, porém hoje sei que há limites e por fim hoje me acho uma pessoa forte porque me conheço o suficiente pra me entender, perdoar meus erros e mudar sempre que for preciso. A graça da vida é exatamente estarmos sempre descobrindo algo novo, aprendendo sempre!!

Mile said...

Teu Dad como sempre com suas sábias palavras.
Gostei muito desse teu texto, fiquei aqui pensativa de como me vejo porque nunca tinha pensado nisso antes.
Bjoks

camila said...

Adorei esse post, Lu. Me fez pensar. Acredita que eu nunca tinha parado pra responder essa pergunta com detalhe?
Beijao!

Dani dutch said...

Lu falando nisso... outro dia estava lendo meu blog, e sabe parece que eu não estava me vendo nele... achei tão estranho vou até comentar um post sobre isso .... bjuss