Sunday, January 30, 2011

Historia medieval

Engracado como as coisas mudam quando voce vai crescendo. Alias, nao necessariamente as coisas, mas sim os seus gostos e interesses.

Eu sempre odiei historia quando era adolescente. Bom, dependia da historia, pois me lembro que no segundo grau, eles dividiam as aulas entre historia do Brasil e historia do mundo. Eu odiava historia do Brasil e juro que quase sempre, ou eu caia de sono durante essas aulas ou entao passava os 50 minutos inteiros lendo agendas das minhas amigas ou trocando bilhetinhos com elas (e eu ainda tenho esses bilhetinhos guardados ate hoje). Historia do mundo, dependendo da epoca e dependendo do professor (aquele que sabia explicar e fazia ser interessante), eu ate que prestava um pouco de atencao.

Mas hoje eu dia, eu sou fascinada!!! Principalmente historia da epoca medieval de qualquer parte do mundo.

Hoje eu e Al fomos na nossa livraria favorita - uma loja imensa de livros usados mas em condicoes perfeitas. Fui ate a ala de historia medieval e juro que devo ter ficado ali por mais de uma hora, catando livros sobre pessoas especificas daquela epoca, sobre a Torre de Londres (um lugar que me fascina), sobre a monarquia e as pessoas daquela epoca de paises diferentes... Acabei com uns 10 da mao, mas tive que colocar alguns de volta, rs.

Apesar dos livros serem baratinhos, e apesar de eu ainda ter uns 7 livros na minha lista aqui em casa pra ler (eu fico comprando tudo ao mesmo tempo e eles vao acumulando aqui), $5 dolares aqui, $9 dolares ali, mais uns $6 acola... vai acumulando, ne? Sai de la com somente 4 livros (e o Al comprou uns pra ele tb), mas foram todos sobre esse assunto.

Como eu amo! Nunca pensei naquela epoca de adolescente que um dia, historia seria meu assunto preferido de ler. Al ate me perguntou isso hoje, se eu sempre fui interessada... Eu acho que eu era um pouco naquela epoca com a historia medieval, mas quanto mais fui lendo ao longo dos anos e aprendendo, mais interessada eu fiquei e continuo.

E voces nem sabem o que eu achei hoje!!! Eu sempre tive uma curiosidade louca, uma obsessao de querer ler diarios de uma mulher que viveu naquela epoca. Diarios escritos pela propria pessoa, nao estorias baseadas nas vidas delas de uma autora do nosso proprio seculo. Queria algo que viesse diretamente da pessoa, escritas do seu dia a dia, dos seus pensamentos e de tudo que estava acontecendo e pelo o que ela estava passando.

Nao achei de uma mulher, mas achei uma colecao de livros de 11 volumes contendo escritas em diarios de um homem do seculo 17 chamado Samuel Pepys. Gente!!!! Os 11 livros (a colecao) estavam sendo vendidos por $500 dolares e juro que considerei compra-los. Tenho fascinacao por isso e eram diarios verdadeiros desse homem, mostrando exatamente o que fez cada dia de sua vida durante uns anos dela, como eram as coisas na epoca, etc e tal. Que coisa fascinante! Saber exatamente como uma pessoa viveu, ouvindo a estoria diretamente da boca (ou escrita) dela, eu fiquei louca! Era tudo o que queria e estava procurando ha anos!!!

Essa semana vou ver se consigo achar esses livros ou essa colecao dos diarios dele por um preco menos salgado, mas eu quero porque quero te-los na minha pequena biblioteca aqui em casa!!!

O dia dos namorados esta se aproximando - eh dia 14 do mes que vem aqui. Hoje de noite Al me perguntou o que eu queria e eu so consigo pensar nos livros desse homem... Juro que nao sei porque tenho tanta fascinacao com essa epoca e com essa parte da historia do mundo, mas eu mergulho nas biografias, nas historias dos lugares e em cada detalhe de uma tal maneira que eh como se eu estivesse realmente vivendo ou estando presente nessa epoca medieval.

E fico aqui pensando: Sera que daqui ha uns 600 anos, existira alguem que tenha fascinacao com os nossos dias de hoje? Com o seculo 21? Alguem que tb queira ler diarios ou blogs de pessoas como nos, vivendo no comeco dos anos 2000? Bom, essa pessoa tera vantagens, pois temos tanta coisa registrada, tantos blogs e ate mesmo diarios (eu mesma tenho 13 anos de diarios guardados) que falta de opcao ele ou ela nao vai ter, rs.

4 comments:

Beth/Lilás said...

É mesmo, Lucinha, já imaginou quanta coisa o homem daqui há alguns séculos terá para ler sobre nós?
Eu também tenho grande interesse em história ou livros de biografias.
Só tenho a lastimar que meu inglês não é suficiente para ler um livro todinho, afinal tem excelentes livros na lingua inglesa e que ainda não foram traduzidos par o português.
Eu se fosse o Al guardaria esta sua dica na manga da camisa e aparecia no dia dos namorados com um belo livro desses. Você vai ficar mais apaixonada ainda por ele. hehe
bjs cariocas

Debora Rocha Muscutt. said...

Lu, compartilho com vc o mesmo tipo de interesse! No meu caso comecei a fascinação com o Rei Arthur e seus cavalheiros.
Nossa, estes volumes que vc citou devem ser incríveis! O preço é salgado demais pra mim.
Tenho um diário de um rapaz carioca, filho de alemães que nasceu em 1860 e conta mínimos detalhes de tudo daquela época. Amo de paixão. Praticamente relatos de um 'outro mundo'. Vou torcer pra vc comprar/ganhar os tais volumes de depois contar pra gente.
Bjs!

vivi said...

Lu, eu sempre amei história, teve uma época que cogitei em fazer história na faculdade:) Tbm curto geografia:)

Tomara que tenha alguém curioso em relação aos nossos hábitos e vida daqui a 600 anos, assim vamos permanecer vivos para algmas pessoas.

Amiga vc tem tido notícias da Mile? Saudades dela e não conbsigo acessar o blog dela.
Bjokas

Lucia Cintra said...

Vivi, eu ja tinha mencionado antes que ela fechou o seu blog, mas acho que vc nao deve ter visto. Infelizmente nao tenho seu email tb e espero que tudo esteje bem. Se voce conseguir falar com ela, diz que mandei um abraco carinhoso. Lu