Tuesday, May 18, 2010

Educando os seres humanos

Esse post vai ser longo, mas pegando carona no post da Mila sobre uma campanha pra ajudar os animais, resolvi escrever esse post que ja tinha na cabeca ha tempos: Queria escrever sobre a importancia de castrar os nossos caes e gatos.

Pelo o que eu sei, isso nao eh um habito no Brasil - me corrijam se estiver enganada. Onde eu moro, eles fazem muitas campanhas pra isso, para o proprio beneficio do animalzinho. Pensam so: a populacao elevada de animais abandonados eh consequencia deles cruzarem, procriarem e terem mais bichinhos que ficarao jogados e maltratados no mundo. E nesses 17 anos morando aqui em Pittsburgh, eu nunca vi nenhum cachorro ou gato abandonado nas ruas. Talvez seje mais predominante em outros estados ou cidades maiores daqui.

Eu me lembro muito bem disso quando morava no Brasil. A cada esquina, voce via uns 2 ou 3 jogados, com os ossos aparecendo, cheios de doenca e com a carinha mais triste e sofrida te olhando pedindo ajuda e comida, que ja vi na vida. So de pensar nisso agora ja me vem lagrimas nos olhos. E vi isso novamente quando visitei o Brasil ano passado. Eu nao suporto! Da vontade de catar todos eles e leva-los pra um abrigo, um lugar onde possam ser tratados e receber o proprio cuidado, amor e carinho que merecem.

Me orgulho muito de fazer parte de 3 sociedades protetoras de animais aqui:
Humane Society of the United States
ASCPA - American Society for the Prevention of Cruelty to Animals.
Animal Friends - na qual eu volunteer pra ajudar com os caezinhos.

Claro que tem mais por aqui, mas essas sao as minhas favoritas e fazem um trabalho fantastico cuidando dos animais e educando as pessoas pros seus animais terem uma vida melhor.

Ajudo as duas primeiras financeiramente e eu voluntario na terceira. Decidi fazer isso, pois queria contribuir mais do que somente dar dinheiro. Ao mesmo tempo, ja que eu amo cachorros mais que tudo na vida e nao posso ter o meu proprio agora, resolvi voluntariar a cuidar dos que precisam. Foi uma decisao dificil, pois mesmo os animais desse Animal Shelter onde vou serem super bem cuidados, da uma peninha de ve-los ali sem um lar, as vezes vindo de um lugar abusivo ou alguns ate mesmo abandonados na vida. Nao da vontade de ir embora de la ou ate mesmo de coloca-los de volta nas suas casinhas depois de sair pra passear com eles. Mas eu vou la toda semana!

E maltrato com um animal eh uma coisa que me deixa irada! Eu tenho um temperamento calmo, mas se voce quer me ver rodar a baiana e me tirar do serio, eh so maltratar, ou melhor, "tentar" maltratar um bichinho na minha frente. Ja falei pro Al que acho que ate seria presa, pois eu acho que se visse isso acontecendo, seria EU quem atacaria a pessoa!

No shelter onde eu voluntario, uma das varias posicoes que eles tem eh justamente pra isso, de lidar com as pessoas que maltratam os animais, tira-los dessa situacao e dependendo do caso, ate levar essas pessoas a corte pra serem julgadas. Eu nao conseguiria manter minha compostura, entao nao quis fazer isso. Pra que o maltrato, sabe? Nao ha necessidade. O animalzinho eh tao indefeso e inocente e so quer ser amado! Eu acredito que se uma pessoa eh capaz de machucar um animal, essa eh capaz de fazer a mesma coisa ou pior com um ser humano.

Mas voltando ao assunto, aqueles que amam e valorizam seus animais, eh muito importante entender o impacto dessa decisao de castra-los (vou traduzir um texto sobre isso direto de um dos sites da sociedade protetora dos animais do qual sou membra):

"Acontece em todo lugar do mundo. Em toda comunidade, em todo estado, existem animais abandonados. Nos EUA, estima-se que ha 6-8 million de animais abandonados sendo encaminhados a shelters (abrigos) todo ano. Mais ou menos metade desses animais sao adotados e tragicamente, a outra metade eh sacrificada.

E estamos falando aqui de animais saudaveis e doceis, animais que seriam excelentes companheiros. O numero de animais abandonados variam de estado a estado - em algumas areas, existem perto de 300.000 animais sacrificados em shelters todo ano. Esses nao sao os filhotes de animais abandonados na rua, sao filhotinhos de gatos e cachorros que pertencem a uma familia ou ate mesmo a animais de pedigree. Sim, o filhote do seu bichinho pode acabar parando em shelters.

Muitas pessoas acreditam que os filhotes de seus caes ou gatos nunca terao esse destino, mas a realidade eh que toda vez que o cachorro consegue escapar pra visitar a cadela do visinho, ou entao o gato que volta gravida, o resultado eh uma nova ninhada. Mesmo esses filhotes indo pra um lar novo, uma vez que eles se mostrem dificeis de treinar ou lidar, eles acabam indo pra shelters ou entao acabam se reproduzindo e tendo mais uma geracao de animaizinhos que acabarao abandonados na rua.

As pessoas se surpreendem em saber que mais de 3 milhoes de gatos e cachorros sao sacrificados em shelters. Castra-los eh o unico metodo permanente e 100% eficaz pra controlar a natalidade desses animais. E nao so caes e gatos, mas tb coelhos. Coelhos reproduzem mais rapido do que caes e gatos e muito frequentemente acabam indo parar em shelters onde tem que ser sacrificados.

Alem de evitar essa overpopulation desnecessaria e ter animais jogados na rua, abandonados, sofrendo e vivendo uma vida miseravel, porque nao ser responsavel e castrar seu animal? Os beneficios incluem:

Para as femeas:
- Elimina o ciclo do cio, o que em consequencia, nao ira atrair os machos.
- Menos desejo de fugir ou vasculhar os arredores.
- Diminui o risco de tumores nas glandulas mamarias; cancer de ovario e utero eh diminuido ou eliminado, especialmente se isso for feito antes do primeiro cio.
- Diminui o numero de gatos/cachorros largados/jogados na rua.
- Ajuda os caes e gatos a viverem uma vida mais longa e mais saudavel. Castrar seu amigo canino aumentara seus anos de vida numa media de 1 a 3 anos e gatos, de 3 a 5 anos.

Para os machos:
- Reduz ou elimina o risco de ficarem marcando territorio.
- Menos desejo de fugir ou vasculhar os arredores o que em consequencia, menos provavel de se machucarem em brigas ou acidentes com carros.
- Risco de cancer de testiculo eh eliminado e diminui a ocorrencia de doencas de prostata.
- Diminui o numero de gatos, cachorros e filhotinhos abandonados.
- Diminui comportamento agressivo, incluindo mordidas.
- Ajuda caes e gatos terem uma vida longa e mais saudavel.

As 3 razoes principais de castrar seu cao ou gato:
- Ajuda a eliminar a overpopulation (populacao demais desses animais).
- A maioria dos paises tem uma abundancia de animais e sao forcados a sacrifica-los ou entao nao dar a minima pro seu sofrimento.
- Essa abundancia chega aos milhoes nos USA. Gatos sao 45 vezes mais ferteis e cachorros 15 vezes mais ferteis do que o ser humano. Eles nao precisam de nossa ajuda pra expandir seu numero. Eles precisam sim, eh de nossa ajuda a diminuir seu numero ate chegar ao ponto onde havera lares decentes pra todos eles."


Sei que parece algo barbaro e cruel pra quem eh completamente contra, mas pensa bem: O que eh mais cruel? Castrar um animalzinho que so tera beneficios com isso ou ver os milhoes de animais que continuam abandonados e maltratados na rua, os quais nao tiveram a sorte ainda de serem recolhidos por uma sociedade ou organizacao protetora de animais?

Alem de que, se voce nao eh um "breeder" profissional - aqueles que procriam cachorros ou gatos legalmente pra vender - aqueles responsaveis e que se preocupam com a saude dos seus animais e filhotes e entrevistam as pessoas pras quais os vende ate o fim pra ver se sao realmente qualificados pra tomar conta do animalzinho, nao tem razao nenhuma pra nao castrar.

A Sophia fez sua cirurgia pra ser castrada semana passada, arrumou o seu "cherry eye" e aproveitaram pra colocar um microchip nela em caso de um dia ela se perder - esse microchip eh do tamanhinho de um grao de arroz e contem toda informacao sobre ela e os donos. Qualquer shelter ou veterinario podem escanea-la se um dia isso acontecer e a retornar sa e salva pra gente.

Voces provavelmente nunca viram o "cherry eye" do olhinho dela (foto da direita), pois eu retoquei todas as fotos pra remover isso, mas de acordo com o vet, eh comum pra raca. Entao nessa foto da esquerda ela ainda esta drogada tadinha, tinha acabado de voltar pra casa, mas ja no terceiro dia depois da cirurgia, mesmo com um "abajur" ainda no pescoco, ela ja estava correndo, pulando e fazendo travessuras de acordo com minhas irmas. Essa bichinha nao para quieta!









Em conclusao, aqueles que sao contra, procurem se informar mais a respeito e pensem bem no assunto antes de descarta-lo logo de cara. Procurem um veterinario com experiencia se escolher fazer isso, pois so ira beneficiar o seu animalzinho.

15 comments:

Lu Souza Brito said...

Oi Lúcia,

É terrível saber que tantos bichinhos são sacrificados anualmente. Acho uma judiação e falta de responsabilidade dos donos. Aqui no Brasil acho que a maioria morre mesmo de fome do que por sacrifícios.
Eu tenho uma cadelinha e o veterinário dela nos recomendou castrá-la após o segundo cio. Foi o que fizemos. Mesmo porque ela já estava arrumando jeito de ir "namorar um buterrie brutamontes do vizinho".
Não queremos mais cachorros na rua, principalmente maltratados, tadinhos.
Ótimo post!

Mariana Smyth said...

oi Lucia!!
Me chamo Mariana, muito prazer!! Sempre leio seu blog, mas as vezes nao dá tempo de comentar em seus posts. Mas este nao tinha como deixar pra trás!
Sou como vc.. quero matar quem maltrata animais.. e aprendi isso desde pequena.. pois minha mae sempre adotou os cachorros que tivemos, da rua mesmo... e me corta o coraçao de ver tantos desses animaizinhos pela rua, sofrendo e ninguem fazendo nada, ou ainda, aumentando o sofrimento deles, maltratando ainda mais..
CONCORDO EM GENERO, NUMERO E GRAU, QUANDO vc disse que a pessoa que maltrata ou nao gosta animais, pode muito bem fazer a mesma coisa com um humano.. acredito plenamente nisso e aqui em casa, sem mentira é assim: se nao gosta da minha cachorrinha,já fico com um pé atrás com a pessoa. Adotamos nossa Bianca da APAWS aqui da Louisiana e nao poderiamos estar mais felizes.. ela tb é castratada e eu acho que se essa é a unica e permanente maneira de evitar que esses bichinhos parem nas ruas, tem que ser feito mesmo! é pro bem do animal!
Infelizmente, por morarmos em apartamento, nao podemos ter mais do que 1 cachorro.. por conta do espaço.. mas logo tb teremos nossa casa e eu realmente I can't wait pra adotar mais um amiguinho!
Espero que as pessoas que leem seu blog, e se forem contra a castraçao dos animais, mudem de ideia apos ler seu posting.
Admiro demais seu amor pelos animais. Quem dera tivessemos mais pessoas como assim no mundo!! :)
O Brasil tem muito chao pela frente.. pq realmente dói ver tantos animais lá, pelas ruas. Aqui, tb nunca vi nenhum bichinho pelas ruas.

Um grande bjo.

Mariana

Nani said...

Nossa Lu, eh verdade. Toda vez que vou ao Brasil vejo animais abandonados nas ruas... sao muitos!!! Me corta o coracao. Aqui nos EUA eu quase nao vejo animais abandonados nas ruas, mas sei que tem. Tem pois aqui eh um lugar mais quente, entao vemos alguns por aih. Na minha casa mesmo apareceu um gato (q ateh hoje nao sabemos se eh macho ou femea), e mora no nosso quintal. Acho que ela era uma gata indoor, pois sempre que chegamos em casa ou saimos ela fica na nossa porta miando p entrar. E eh super amorosa. Estou aqui pensando em leva-la ha um vet p ver se eh castrada jah ou nao. Nosso Gato eh. Assim que adotamos nosso gatinho, ele ainda era pequeno, eu fiz questao de castra-lo. Foi a melhor coisa que fizemos. Nosso gatinho veio de uma das 500 ninhadas da gata do vizinho. Acho que levaram essa gata p um shelter pois nunca mais a vi. Soh que os filhos da ninhada andam pela vizinhanca. Sao bem alimentados. Devem ser gatos cuidados mas que estao sempre saindo, como meu gatinho. Mas essa que apareceu no meu quintal nao vai mais embora. Bryan comecou a alimenta-la, aih pronto, a bixinha nao larga mais da gente. E mia! Nossa, como mia. Tem um gril do lado de fora, bem em frente a janela da cozinha. Ela fica ali encima do grill olhando pra dentro da nossa cozinha, sempre que to lavando louca ela ta ali me "encarando". Eh linda. Mas infelizmente nao queremos outro dentro de casa. Vou acabar levando-a p um shelter, mas meu medo eh de ela nao ser adotada e acabar sendo sacrificada. Ai... por isso vou tentar leva-la num vet primeiro p ver se jah eh castrada. O pior eh que custa dinheiro... mas a doh que sinto eh maior!

Lucia Cintra said...

Nani, se voce esta preocupada com dinheiro, as sociedades te ajudam com isso. Vai no site deles pra obter mais informacao.

Mariana, muito prazer em conhece-la! Adorei saber que voce tb pensa assim e que voces ja adotaram mts desses bichinhos sofridos, mas pelo menos agora tenho certeza de que sao muito amados e super spoiled!!!

Esse eh um assunto importante demais e acho que os shelters no Brasil deviam fazer uma campanha pra educar a populacao, pois acho que as pessoas estao tao acostumadas em ver os animais jogados na rua que talvez nao correlacionem esse abandono a overpopulation. Castrar eh importante demais pra evitar esse sofrimento desnecessario todo!

bjos

Beth/Lilás said...

Muito bem, web filha, mandou uma excelente mensagem.
Concordo plenamene contigo e com as outras amigas que comungam do mesmo amor pelos bichinhos. Nestes casos, a castração é o melhor caminho.
Tadinha da Sophia, mas vai ficar legal agora, né! E que barato este lance do microchip!
bjs cariocas

zzaguiar said...

Que ótimo tê-la operado! Eu o fiz com riscos, pois como vc já sabe, a Kika desenvolveu a Piometra e graças a Deus consegui salvá-la a tempo!

Não manifestou nenhum sintoma, só mesmo pela ultra descobrimos. Seu cio estava diferente, com sangramento maior um pouco, e ela estava muito quietinha num dia. Imediqatamente a levei ao Doctor e a cirúrgia foi realizada em menos de 12 h depois de diagnosticada.

Parabéns pala providência indispensável!!!!!!!!

Bj, zz.

zzaguiar said...

Ai que ótimo furinga! obrigada por ter atendido ao meu pedido!

Super Beijo, zz.

Mariana Smyth said...

Oi Lu!!
eu de novo:
primeiro: postei as fotos novamente no blog... se quiser passar lá pra ver :)

Segundo... realmente.. os meus bichinhos sao suuuper spoiled hahaha mas eu acho que eles merecem!! ja pasaram por tanta coisa.. que eu nao quero nem saber... tudo do bom e do melhor!! :)

Infelizmente no Brasil as AssociaçÕes Protetoras dos Animais nao sao muito ajudadas.. nem pelo governo e nem pelo povo... digo isso, pelo menos em Curitiba.. ajudamos duas pessoas lá, que agora, compraram sítios pra manter esses animaizinhos... e sobrevivem de doaçoes e de voluntariado. é triste, pq ao inves do governo ficar gastando dinheiro com coisas futeis, o que muitas vezes acontece, poderia investir nesses shelters e fazer campanha de adoçao.. garanto que muitos desses animaizinhos seriam adotados.. mas ja fico feliz em saber que ao menos essas duas pessos estao tentando fazer a diferença, sabe??

Um bjao!!

Mari

Mila Viegas said...

Pois é! Como você mesma disse, educar os seres humanos. Acontece que os abrigos de animais (que eu tenho conhecimento) aqui no Brasil, especialmente no RJ, não possuem apoio do governo para poderem dar uma assistência melhor aos cães, gatos e outros animais abandonados. Sendo assim, essas entidades dependem de pessoas que carinhosamente os ajudem, tanto financeiramente como fazendo trabalhos voluntários e/ou doações de ração, etc.

O mais engraçado de tudo é que todo mundo concorda, acha lindo, o máximo, muito legal, mas efetivamente não ajuda. Talvez por acreditarem que o problema não seja delas, então que se danem, entende?

Essa quantidade de animal abandonado nas ruas, além de ser um ato cruel com o animal, prejudica demais a toda a população, quer goste ou não de bicho. O risco de você estar dirigindo e atropelar um animal numa auto estrada é enorme! A disseminação de doenças partindo de animais que reviram lixos na rua, é enorme tb, principalmente para quem mora em casa e tem animal de estimação em seu quintal. Quer dizer, existem diversos fatores atrelados a isso que muita gente prefere não enxergar.

Cacilda, não quer fazer doação em dinheiro, doe materiais de limpeza, comidas ou qualquer outro item que esses abrigos necessitam para continuarem fazendo seu trabalho. Não é nada justo que apenas um grupo reduzido faça isso... um grupo reduzido se esforçar sozinho para trabalhar em prol de uma comunidade que pouco se importa com aquela situação alarmante.

Não quer doar nada para abrigos de outras cidades? Procure um na própria cidade e faça isso. Mas faça! Faça alguma coisa, sabe? Se puder adotar um desses animais, melhor ainda... se não puder, se mexa de alguma forma.

Olha, este assunto me deixa tão irritada que nem sei sabe. É um total descaso de TODOS os que viram as costas e acham que perderão seu tempo precioso ou ficarão mais pobre doando 1 real que seja.

Mas quem sou eu para julgar atitudes alheias e esperar que alguém abrace uma causa como esta.

Desculpe o comment imenso..rs.
beijocas

Gisley Scott said...

Eu usei o Windows Live Movie Maker.Eu gosto muito dele, é fácil e prático de usar.

Wilma said...

Quando eu tinha somente a Monalisa(Rott) queria castrá-la, mas veio o cio, e fiquei me informando e ela acabou tendo que operar isto que vc chama de "cherry eye", que tem um nome que não lembro, algo como estrangulamento da terceira glândula lacrimal. Um veterinário disse que mesmo operando poderia voltar, até que encontrei um especialista em olhos que me garantiu que se ele fizesse não voltaria e fiz e tem uns três anos ou mais e ficou perfeito. Quando saía com ela as pessoas ficavam achando que era a coleira que estava estrangulando e aquilo me incomodava. Quanto a castração cheguei a conclusão que é benéfica antes do primeiro cio, depois pode mudar o temperamento do cão e fazer um desequíbrio hormonal e não evita o cancer se tiver na sua genética, foram as últimas informações que ouvi. Porém sem dúvida que é hiper importante para diminuir tantos cãozinhos abandonados, é demais e triste.

Fernando Valente said...

Aqui quase não se castra. Sou contra alguns metodos de castração, visto que eles deixam o animal "caido". Não sei como funciona isso aqui, mas tem alguns aqui que realmente me desagradam. No mais, concordo que animal procriando sem ter com quem ficar é um absurdo mesmo.

Lucia Cintra said...

Fernando, se o caozinho ou gato fica "caido" eh pq entao a cirurgia nao foi feita direito. Nunca ouvi falar disso prejudicar animal nenhum.

Wilma, ja que eu nao sou veterinaria, nem expert no assunto, nao sei bem responder como eh esse negocio de cio - se tem que ser antes ou depois. Quanto ao temperamento, parece que diminui a agressao nos machos.

Pois eh gente, ai no Brasil nao eh algo comum. Aqui sim e eh algo totalmente beneficial e "safe" pros animais.

Se nao fosse, nao seria uma coisa praticado, muito menos as sociedades protetoras de animais fariam campanhas ou castrariam seus proprios animais que tem la pra adotar (TODOS sao castrados antes de serem postos pra adocao).

bjos

Crica said...

Todos os 4 gatos e t^res cachorros que tenho foram por adoção e todos viralatas, ou como se diz "sem raça definida".
São alimentados e tratadops com muito amor, e todos castrados, com exceção de Bob e Marley que ainda são pequetitinhos.
Acho a castração fundamental pra diminuira incidência de animais abandonados ou doentes.

Márcia said...

Como vai Lucia?

Também sou apaixonada pelos animais, tenho uma gata com 15 anos e uma cadelinha com 6, as duas sao esterelizadas e sao a alegria da nossa casa. Morei anos no Brasil e já salvei muitos gatos abandonados, mas minha mae tinha uma vizinha ou vizinho que envenenava os animais (com dono ou sem dono), nunca descobri quem fazia isso, mas espero que tenha tido a mesma sorte dos animais que maltratou. Em Portugal também existem muitos animalitos abandonados, penso que neste aspecto sao muito parecidos,mas como Portugal é minúsculo nao se nota tanto. Aqui em Espanha, apesar da aberraçao das touradas, que eu detesto, os animais sao bem tratados, mas, os galgos, que geralmente sao usados para a caça sofrem muito, quando nao servem sao abandonados , alguns até sao mutilados . Os que dao sorte vao para outros países e sao adoptados por boas pessoas. Sei que nos EUA existe uma mentalidade diferente neste aspecto, nao estou dizendo que sao melhores em tudo, já que conheço bem os EUA, minha madrinha é americana e vive em Providence, já estive aí algumas vezes e me encanta as lojas de animais. Costumo ler o seu blog justamente por sua adoraçao pelos animais. As suas preas sao erncantadoras e a Sofhia também. Parabéns