Monday, August 23, 2010

Sabado com a Lili

Sabado sai o dia todo com o Al pra estreiar minha nova camera. O dia estava meio feio e nao tinha a minima ideia onde ir, mas acabei indo num parque perto de casa, apesar de estar com vontade de bater fotos de uma praia ou canyons - e nao temos isso por aqui.








Estou de volta ao meu mundinho de controlar f-stops ou apertures, shutter speeds e ter mais controle sob a camera - algo que me deixa ser mais criativa com as fotos e como tinha saudades disso! Nao vou precisar usar tanto o photoshop. Mas sinceramente? Foi devido as limitacoes de cameras digitais basicas que tive ate hoje que eu domino o photoshop extremamente bem e nao vivo sem!












De noite encontrei com minha irma Alice e fomos assistir aquele filme da Julia Roberts chamado "Eat, pray, love", cujo titulo nao sei em portugues (nao sei se traduziram ao pe da letra). Estava morrendo de saudades da minha irma, que apesar de morar a somente 20 mins de mim, quase nao a vejo por ela trabalhar tanto!

Assistimos o filme, fomos jantar fora (pois eu ja estava desmaiando de fome depois do filme que acabou pra la de meia noite e eu so tinha almocado antes disso) e fiquei la batendo papo com ela e brincando com a Sophia ate de madrugada. Adorei passar um tempinho so com ela e quase acabei dormindo la na sua casa, mas resolvi voltar pra minha umas 3 da matina.

Gostamos muito do filme e me fez lembrar da epoca que quase tive uma crise emocional/existencial parecida com a da escritora (pois o filme eh baseado na historia verdadeira da escritora).

Me lembro ate hoje... aquele sentimento de angustia de nao saber o que fazer da vida, nao saber pra onde seguir e me sentir completamente presa numa situacao que so drenava minhas energias e me colocava pra baixo. Dei tudo de mim pra nao cometer atos irresponsaveis e posso dizer que se nao fosse meu respeito e consideracao pelo meu marido, eu teria largado tudo, entrado num aviao no dia seguinte e sumido do mapa por um mes! Acho que ate cheguei a escrever essas coisas aqui na epoca - foi mais ou menos em Novembro de 2009.

E assim como a escritora, uma viagem me fez um bem danado! Foi quando resolvi voltar ao Brasil pra visitar os queridos amigos, depois de 11 anos fora. Fez bem demais e voltei renovada, com outros espiritos e pronta pra atacar esse sentimento negativo que me imprisionava.

Comecei a agir, a pesquisar, a pensar, meditar e visualizar tudo que queria que acontecesse e uma coisa levou a outra e ca estou. Com tudo isso, acabei chegando num momento que me mostrava tao claramente o que tinha que fazer com a minha vida, que nem consigo explicar o sentimento que me envolveu.

Foi algo tao forte! Um sentimento de alivio e de entusiasmo tao grandes que isso em si ja me dava alegria todo dia. Sentimento de gratificacao mesmo apenas comecando com os planos de seguir esse caminho pela frente! Me procurei por tantos anos e finalmente me achei naquele momento! Desde entao, minha vida e minha atitude mudaram radicalmente e nao vejo a hora de ver o que mais escontrarei por esse caminho que escolhi seguir!

Entao, sem precisar dizer mais, gostei muito do filme! Parece que muita gente passa por essa crise de uma maneira ou outra, em certos pontos de suas vidas. Eu nao precisei largar tudo pra conseguir me achar, pois fora isso, eu ja me sentia completa com as pessoas ao meu lado.

Simplesmente precisei sair da situacao so um pouquinho, tirar uma ferias, ir pra um lugar por onde tinha um carinho imenso e maravilhosas memorias, rever pessoas queridas e olhar pra dentro de mim mesma e escutar o que o meu coracao estava dizendo, ou melhor, gritando pra mim durante anos e anos e eu por algum motivo, nunca dei minha atencao total. E como ele estava certo!

10 comments:

zzaguiar said...

Tetstada e aperovada não é Luluzinha?!

Muito bacana!

O Livro aqui chama-se Comer Rezar Amar, já te falei a respeito. Vou aguardar a estreia aqui, assim dá para fazer um comparativo com o livro.

Saudades Lú!!!!!!!!!

Bjos, zz.

Mila Viegas said...

Lu, que câmera poderosa! As fotos ficaram lindas. E como a Sophia está grandona! Nossa!

Como a Zezé falou acima o nome do livro é este mesmo e eu nem sabia que tinham feito um filme. Quero assisti-lo assim que chegar aqui.

beijos grandes!

Bia said...

Lu, eu amo suas fotos, principalmente a que tem o menininho pescando...

Eu comprei esse livro quando estava no auge da minha crise ano passado, acabei não lendo até hoje. Quero ler, mas nunca estou na vontade para esse tipo de leitura... agora que saiu o filme, se eu assistir o filme antes de ler o livro, já era!

bjs

Lis Alves said...

Parabens pelas fotos , nossa que ótima fotografa você é menina...
Bjs

Beth/Lilás said...

Web-filha!
Você sabe que eu também adoro fazer fotos e digo-lhe que as suas estão magníficas, adorei, principalmente da libélula e do menininho. Parecem quadros à óleo.
A câmera é mesmo poderosa.
Quanto às suas reflexões em cima do filme que viram, digo-lhe que é muito bom quando fazemos isso, pensamos sobre algo, refletimos, questionamos e chegamos à conclusões. Nosso cérebro de animais racionais foi dado para isso. hehe
um beijo grande carioca

Crica Viegas said...

O nome do livro aqui é traduzido literalmente, e estou louca pra ver o filme, porque acho Julia Roberts maravilhosa!
Quanto a sair da nossa zona de estresse, é bom quando podemos fazer isso pra avaliar as coisas mais friamente.

Mile said...

Lu, vc usou no modo manual ou automático? Se foi no manual, me diz as opçoes q vc escolheu. Aliás, para fotos ao ar livre, o que devo usar?

Coisas de Ta said...

Oi Lucia.

As fotos estão lindas, amei a do menininho pescando, linda demais.

Eu quero muito aprender a manejar bem o photoshop pois por enquanto só sei o básico. Esses dias instalei o Aperture e estou gostando muito e parece mais fácil que o photoshop, não sei... :)

Bjus da Ta

Lucia Cintra said...

Mile, eu nao uso o modo manual mt a nao ser pra algumas exposures que quero fazer como deixar a lente aberta em "bulb". Se voce nao tem um tripe, recomendo demais comprar um, pois certos modos nao da pra usar sem ter um.

Essas fotos que coloquei aqui foram testadas em modos diferentes e retocadas no photoshop (nao consigo nao fazer isso).

O modo que uso mais eh o A (aperture), pois posso controlar o depth of field melhor e ter mais controle sob o resultado da foto.

Tb gosto do modo S (shutter) no qual voce controla a velocidade da camera batendo a foto (o que faz a cena mudar completamente dependendo do que eh).

Voce tem que ver qual eh o modo do seu "white balance" e meter, a sensibilidade do seu ISO, D-lighting, etc... Eu ajusto tudo isso dependendo do que quero tirar foto, alem do modo S ou A ou ate mesmo M.

Eu estudei fotografia por anos e achei mts sites legais agora depois que comprei minha camera pra dar uma relembrada (alem de ter lido o manual inteiro em um dia so).

O problema eh que esses sites que visito sao todos em ingles. O melhor que achei so eh disponivel pros membros do photoshop (um site de sociedade de profissionais de photoshop pelo qual voce paga pra ser membra), mas posso te mandar os links dos outros.

O site do Nikon mesmo tem uns tutoriais bem informativos.

Se voce nao sabe nada, le o manual (pois um em espanhol deve ter vindo junto com a sua camera) ou entao acho melhor fazer um curso, pois voce tem uma camera maravilhosa que pode controlar o resultado das fotos e eh uma pena nao saber usar direito.

Deixando no modo automatico seria quase a mesma coisa que tirar fotos com qualquer camera point and shoot. As imagens podem ate serem melhores, mas nao saem com o potencial de como seriam se voce soubesse manipular os settings/modos.

Me diz se quer o endereco dos sites e mao na massa, menina! Estudar fotografia eh gostoso demais! bjos

PS: Pra fotos ao ar livre, depende demais do que eh tb. Como disse, eu controlo mts coisas ao mesmo tempo, nao tenho um modo so que uso.

Mas normalmente eu deixo no A, mudo os f/stops constantemente, ajusto o white balance de acordo e tb o focus e mts vezes uso o flash de dia pra melhorar a cena ou "congelar" uma cena de acao, isso se nao uso a camera no modo S, etc, etc...

Liza Souza said...

Lu, que fotos maravilhosas! To louca para ver esse filme tbm.
Beijos